Tenha a app minube
Veja tudo melhor e mais rápido
Download
Aonde queres ir?
Entrar com Google +
Recomendar um lugar
Gostas de Ruínas de Tiahuanaco ?
Partilha com todo mundo
Aonde queres ir?

Ruínas de Tiahuanaco

info
guardar
Guardado

21 opiniões sobre Ruínas de Tiahuanaco

7
Ver fotos de Cristiane Marques
7 fotos

As misteriosas ruínas de tiwanaku

Há 70km de La Paz encontram-se as ruínas de Tiwanaku, tombada como Patrimônio Mundial pela UNESCO. É um lugar de visita obrigatória para quem passa pela região. As ruínas do sítio arqueológico são datadas com mais de 300 mil anos e foi berço da antiga civilização pré-colombiana, a Tiahuanacota. O lugar abriga diversas ruínas e um pequeno museu. É simplesmente fascinante caminhar e sentir os mistérios que guarda as suas "silenciosas" estátuas. As escavações não cessam, e mostram que ainda há muitos mistérios a serem revelados debaixo de gigantescos montes de terras.
O passeio ao sítio pode ser contratado por agências em La Paz, duram o dia todo e incluem um guia.
É simplesmente INCRÍVEL caminhar por esse misterioso pedaço na Bolívia!
Cristiane Marques
5
Ver fotos de Descortinando horizontes
5 fotos

Conhecendo tiwanaku

Tiwanaku é muito interessante, colocamos na nossa viagem a Machu Pichu por ser um local que mostrava a civilização pré-inca. Contratamos um passeio pela Turisbus no Hotel Rosario de La Paz e valeu muito à pena. Visitamos um local que ainda está sendo escavado, com uma pirâmide encoberta e não totalmente escavada ainda. Cheio de monolitos e já digo, comprar ali com as moças na saída do parque foi mais barato que no Mercado das Bruxas.
Descortinando horizontes
3
Ver fotos de mmatiaspinto
3 fotos

Ruínas de tiahuanaco na bolívia

As ruínas de Tiahuanaco ficam a poucos quilómetros de La Paz e são o maior exemplo de arquitectura religiosa do período pré-inca.
Embora muito esteja ainda por escavar já se podem observar estruturas de pedra como a pirâmide Akapana, a plataforma de rituais, a Porta da Lua e a famosa Porta do Sol que se pensa ter funcionado como calendário.
O solstício de inverno, a 21 de Junho, é celebrado com um festival que atrai turistas e locais.
mmatiaspinto
2
Ver fotos de martin parada
2 fotos

Site do tiwanaku

Muita história sobre o Império Inca e sobre as conquistas obtidas de tanto conhecimento astronômico. Descobertas incríveis de monólitos e da Porta do sol ... se sente uma energia positiva no momento que se pisa nesse o lugar, você tem que levar protetor solar e um bom casaco já que o sol e frio são fortes.
martin parada
Ler mais 10
Publicar

Estive em tiwanaku em novembro de 200...

Estive em Tiwanaku em Novembro de 2007. Ia com imensas expectativas, tinha lido muito sobre a porta do sol e os rituais Incas que ali se realizaram. Parei em La Paz, e fui com duas amigas que viviam ali temporalmente. Fomos de carro, saír do Alto foi muito complicado, mas assim que encontrámos o caminho, chegámos bem. Ao entrar, encontrámos um cartaz que dizia "A capital do império Tiwanaku na sua época clássica constituiu um estado centralizado densamente povoado com uma cúpula de mão superior de artesãos e agricultores que o abasteciam com grande variedade de produtos cultivados de diferentes pisos ecológicos." Ainda se estão a realizar escavações, e observei surpreendida como as mulheres realizam as tarefas que são mais apropriadas para os homens. A construção das paredes com pedras de diferentes tamanhos e que encaixam de maneira perfeita é impressionante; os blocos com que construiram a porta do sol e as estátuas.
patiki
3
Ver fotos de Marcos Amaral
3 fotos

Depois de um dia inteiro conhecendo l...

Depois de um dia inteiro conhecendo La Paz, reservamos o segundo dia para visitar Tihuanacu (Tiwanaku). Você pode ir à Tihuanacu de diversas formas. Por um pacote vendido em agências de turismo em La Paz, que saia por volta de Bs. 120 (Transporte, entrada no sítio e guia) ou ir por conta própria, saindo por volta de Bs. 100. Nos Bs. 100 estão inclusos o transporte e a entrada no sítio. Primeiramente, você deve ir ao cemitério principal de La Paz, pegando uma das diversas vanzinhas que fazem o percurso, pagando Bs. 1. Ao chegar no cemitério, procurando bem, você encontra inúmeras vanzinhas que fazem o transporte para Tihuanacu por Bs. 10. O horário de saída é variável e depende da lotação da van. Se estiver razoavelmente cheia, é hora de sair!

Acordamos bem cedo, tomamos café, fechamos a diária e deixamos nossas malas em um quartinho no próprio hostal. É só pedir que eles deixam mesmo se você não vai mais se hospedar lá. Pegamos a van em uma Calle perto do hostal para o cemitério pagando Bs. 1. Chegando ao cemitério, vimos a fila de vans para Tihuanacu assim como a de ônibus para Copacabana. Entramos na primeira da fila que se formava e esperamos por 30 minutos. Nesse intervalo de tempo, vimos uma tchola sentada em um botijão de gás. Até ai tudo bem, tudo normal. Então o caminhão de gás chegou e quando vimos, lá estava ela segurando 2 botijões como se fossem cestas de algodão.

Saímos às 9h40 e seguimos rumo a Tihuanacu. No caminho fomos parados por uma blitz, que quase não deixou a van seguir viagem. Chegamos em El Alto e mais pessoas entraram na van, preenchendo todos os lugares que estavam vazios. Depois disso, a viagem foi tranqüilo e mais ou menos 30 minutos depois estávamos em Tihuanacu. As vans tem como ponto final a praça central da cidadezinha, mas ela para antes para as pessoas descerem e pegarem o menor caminho para as ruínas. Não sabíamos disso e tivemos que andar um pouco mais para chegar.

Na chegada, a primeira coisa que fizemos foi comprar o ingresso. Tentamos pechinchar, mas não teve jeito, Bs. 80 para cada pessoa. Na porta da bilheteria, alguns bolivianos ficam esperando e oferecendo serviços de guia turístico cobrando em torno de Bs. 60. Não contratamos o guia para economizar e também porque não achamos necessário, já que tínhamos uma idéia do veríamos no local. Após retirar o ticket, visitamos um museu com os artefatos encontrados no local, que conta um pouco da cultura de Tihuanacu.

Akapana
Depois de visitar o museu, fomos para o sítio propriamente dito. A primeira coisa que vimos ao entrar foi a pirâmide de Akapana. Não se vê uma pirâmide perfeita, mas é possível imaginá-la.

Infelizmente, a pirâmide está muito deteriorada e notamos que havia um trabalho de restauração em andamento, devido ao fresco do reboco nas laterais da pirâmide. Subimos rumo ao topo do monumento onde tivemos uma visão ampla de todas as ruínas.

Templete
Descemos a pirâmide e entramos no que os bolivianos chamam de Templete, que são ruínas sob o nível do solo. Para mim é uma das ruínas mais belas que eu vi em Tihuanacu. Estão bem conservadas e são muito famosas. No meio do local, vimos três pedras alinhadas. Como não tínhamos guia, começamos a imaginar para que serviam. Várias teorias foram levantadas, mas nenhuma muito plausível. Outra coisa que chamou a nossa atenção foram as faces que saiam das pedras dos muros que cercavam o local.

Kantatallita, Kalasasaya e Putuni
Deixando o Templete, fomos em direção a Kantatallita, uma ruína localizada à direita da pirâmide. As ruínas desse local estão muito mal conservadas e só conseguimos ver algumas pedras isoladas. Entretanto, lá não encontramos nenhum turista, e a visão da pirâmide é muito privilegiada. Depois de Kantatallita, fomos para Kalasasaya, onde se localizam as estátuas e a famosa Puerta del Sol. Antes de chegar, paramos para tirar algumas fotos da entrada principal para Kalasasaya.

Subindo as escadas na lateral de Kalasasaya, vímos as principais atrações do sítio. Deixamos a Puerta del Sol para último e fomos visitar as estátuas (monolitos) que se encontram respectivamente na frente da porta principal de Kalasasaya e na lateral em direção à pirâmide. Em seguida fomos visitar a grande Puerta. Realmente é uma construção que deixar o queixo caído.

Depois disso, fomos ver a Puerta de la Luna, que é bem menor do que a do sol, mas é interessante porque tem uma vista das montanhas ao fundo.

Saímos do sítio principal e fomos em direção ao museu [Nome do Museu]. Sinceramente, o museu está caindo aos pedaços. Algumas salas estavam fechadas para reforma, o teto estava visivelmente desgastado e chegamos a ver uma sala em reformas com várias estátuas Tihuanacu sem nenhuma proteção. Lamentável. A única coisa que conseguimos ver e que foi muito interessante foi a estátua gigante que é semelhante à estátua em frente a entrada principal de Kalasasaya, só que com uns 3 metros de altura.

Faltava somente uma localidade para se visitar e essa não está muito próxima ao sítio principal. Saindo do museu, virando a direita, caminhamos pela estrada por pelo menos 1km até chegar na última ruína do sítio, Puma Punku. Esse último está como Deus o deixou, o que o deixa mais interessante que os demais, na minha opinião.

Vista todas as atrações, isso por volta das 15h, decidimos almoçar. Procuramos alguns restaurantes, mas nenhum estava servindo almoço. Encontramos um que estava servindo só que as opções de cardápio não agradavam, então pedimos somente uma coca-cola. Para acompanhar, comemos Club Social ou o que havia sobrado deles.

Voltamos para o mesmo lugar onde tínhamos chegado para pegar a vanzinha para La Paz. Descobrimos que elas não vão diretamente para La Paz e sim para El Alto, e de lá, outras vão para La Paz. O preço das vans para El Alto é de Bs. 8 e para La Paz, Bs. 1.

Chegamos em La Paz, pegamos nossas malas e fomos correndo para o terminal de ônibus (cerca de 1km da Iglesia de San Francisco, subindo a Av. Mariscal Santa Cruz). Era por volta das 17h30 e nosso ônibus estava marcado para as 20h. Queríamos chegar cedo para evitar imprevistos. Em muitos relatos que li, as pessoas diziam que as empresas poderiam vender duas passagens para o mesmo lugar, então não queríamos arriscar. Caminhando para o terminal procuramos pelo caminho um lugar para jantar. Encontramos um lugar que tinha arroz, feijão e carne, sendo Bs. 10 pelo prato e Bs. 2 pela coca-cola de 200 ml (muito barato!).

Chegamos ao terminal depois de uma subida dos infernos e esperamos até às 20h para embarcar. Fomos pela companhia Omar, que não deixou a desejar (na ida!), pois cumpriu o que prometeu (calefação e poltronas semi-cama). Antes de embarcar no ônibus, tivemos que comprar o ticket de utilização do terminal, que custa Bs. 2 e é obrigatório para poder embarcar.

Uma dica que eu dou é ter cuidado com a bagagem. Se você preferir deixá-las no compartimento de bagagem, tome cuidado. Já ouvi relatos que no desembarque as malas foram pegas, pois não há identificação das bagagens. Nessa viagem, levamos toda a bagagem conosco, em baixo do banco. Só quando não dava para colocar de baixo do banco que deixávamos no compartimento.
Marcos Amaral
34
Ver fotos de Carlos Olmo
34 fotos

Tiahuanaco ou tiwanaku é um lugar que...

Tiahuanaco ou Tiwanaku é um lugar que sempre me fascinou desde que eu vi um documentário em que ele especula com a idéia de que a lenda da Atlântida pode ter se originado lá. Ele está localizado no planalto central da Bolívia, a 20 km do Lago Titicaca. É um pré-Inca civilização, baseada na agricultura e pecuária, caracterizada pela sua arquitectura decoradas com relevos e estelas, e abrangendo o território atual do Lago Titicaca, entre o Peru ea Bolívia. As ruínas investigadas até o momento são compostas de sete construções arquitetônicas: Kalasasaya, Templete Semi-subterraneo, Akapana Pirâmide, Casa Sol e Puma Punku, mas ainda há muito a ser escavado. O alto nível de cultura se reflete nas cerâmicas, tridimensionais retratos de rostos humanos em frascos, e especialmente em construções arquitetônicas. Essa cultura começou por volta de 1500 aC, e caiu cerca de 1100-1200 d. C. Pouco se sabe sobre a cultura e há muitas discussões sobre a sua influência, como alguns cientistas dizem que Tiahuanaco foi a cultura mãe das civilizações americanas, enquanto outros consideram capital de um império megalítico antigo. A visita às ruínas é fascinante, tanto para o que eles mostram, mas especialmente para aqueles que podem imaginar o que nós para mais de 2000 milênios, porque até agora o lago Titicaca é 20 km de distância, achados arqueológicos indicam que, estava muito mais próximo e que Tiwanaku tinha uma porta no lago

Tiahuanaco o Tiwanaku es un lugar que siempre me ha fascinado desde que vi un documental en el que especulaba con la idea de que la leyenda de la Atlántida pudiera tener su origen allí. Está ubicado en el altiplano central boliviano, a 20 km del lago Titicaca.

Es una civilización anterior a la inca, basada en la agricultura y la ganadería, caracterizada por su arquitectura decorada con relieves y estelas, y que abarcaba el territorio actual del Lago Titicaca, entre el Perú y Bolivia.

Las ruinas hasta ahora investigadas están compuestas por siete construcciones arquitectónicas: Kalasasaya, Templete Semisubterráneo, Pirámide de Akapana, Portada del Sol y Puma Punku, pero aún queda mucho por excavar.

El alto nivel de su cultura se refleja en la cerámica, con retratos tridimensionales de rostros humanos en vasijas, y sobre todo en las construcciones arquitectónicas.

Esta cultura se inició alrededor del 1500 a.C., y colapsó alrededor del año 1100 a 1200 d. C. Se conoce muy poco de la cultura y hay muchas discusiones sobre su influencia, ya que algunos científicos dicen que Tiahuanaco fue la cultura madre de las civilizaciones americanas, mientras que otros la consideran capital de un antiguo imperio megalítico.

La visita a las ruinas es fascinante, tanto por lo que muestran, pero sobre todo por los que nos podemos imaginar qué había allí hace más de 2000 milenios, ya que aunque ahora el lago Titicaca esté a 20km de distancia, hallazgos arqueológicos indican que antes estaba mucho más cerca y que Tihuanaco tenía un puerto sobre el lago
Carlos Olmo
Traduzir
Ver original
25
Ver fotos de Celina Ortelli
25 fotos

Eu estava em tiwanaku, em novembro de...

Eu estava em Tiwanaku, em novembro de 2007. Fui com altas expectativas, eu tinha lido muito sobre o portão de sol e rituais incas foram realizados no local. Foi se hospedar em La Paz, e foi com dois amigos morando lá temporariamente. Nós dirigimos, deixando o Alto foi bastante complicado, mas uma vez que encontramos o nosso caminho também. Ao entrar, encontramos uma placa que dizia: ". A capital do império Tiwanaku em seu período clássico era uma área densamente povoada centralizados de controle de estado de cúpula artesãos superiores e agricultores que fornecidos com grande variedade de produtos de ecológico diferente colhido" Eles ainda estão escavando, e observou espantado como as mulheres desempenham as tarefas que são mais adequados para os homens. Impressionantes paredes do edifício com pedras de diferentes tamanhos e todos eles se encaixam perfeitamente, os blocos que construíram a Porta do Sol e as estátuas. Meu ' http://www.flickr.com/photos/celi-online/sets/72157603740144253/' conjunto flickr

Estuve en Tiwanaku en Noviembre del 2007. Fui con muchas expectativas, había leído mucho sobre la puerta del sol y los rituales Incas que se realizaron en el lugar. Estaba parando en La Paz, y fui con dos amigas que vivían allá de manera temporal. Fuimos en auto, salir del Alto fue bastante complicado, pero una vez que encontramos el camino llegamos bien.
Al ingresar, encontramos un cartel que decía:
"La capital del imperio Tiwanaku en su época clásica constituyó un estado centralizado densamente poblado con una cúpula de mando superior de artesanos y agricultores que surtían con diversidad de productos cosechados de diferentes pisos ecológicos."
Todavía se encuentran realizando excavaciones, y observé sorprendida cómo las mujeres realizan las tareas que son más adecuadas para hombres.
Impresionante la construcción de las paredes con piedras de distintos tamaños y todas encajan de manera perfecta, los bloques con que han construido la puerta del sol y las estatuas.
Mi set de flickr
' http://www.flickr.com/photos/celi-online/sets/72157603740144253/'
Celina Ortelli
Traduzir
Ver original
1
Ver fotos de mathilde
1 foto

Tiahuanaco é a capital de um império ...

Tiahuanaco é a capital de um império pré-hispânico, que teve uma grande importância na área da Cordilheira dos Andes do sul. Os restos de monumentos testemunham a importância cultural e política dessa civilização, que a distinção entre pré-colombianas impérios sul-americanos. Este sítio arqueológico está localizado a 45 minutos de La Paz e abraça a extensão atual do Lago Titicaca. Há sete grandes edifícios, que são Kalasasaya templo semi subterrâneo, pirâmide Akapana, Kantatallita, Kerikala, há Putuni Puma Punku. A arquitetura da cidade é caracterizada por altos e baixos relevos esculpidos em pedra. O outro principal manifestação desta cultura era cerâmica, que incluem vasos de cerimônias e máscaras de traços humanos. Há também têxteis e obras arquitetônicas que foram orientados de acordo com o tempo astronômico. Tiahuanaco é um sítio arqueológico fascinante, que faz parte do Património Mundial pela UNESCO, é uma civilização primitiva era altamente desenvolvida, e sabia, por exemplo, como redirecionar a água da chuva para as culturas, uma técnica que continua até hoje. Podemos ir em um dia a partir de La Paz com uma agência que é melhor, porque o ônibus é um pouco complicado.

La ville de Tiahuanaco est la capitale d´un empire préhispanique qui eut une grande importance sur la zone des Andes méridionales. Les restes des monuments témoignent de l´importance culturelle et politique de cette civilisation, qui se distingua entre les différents empires précolombiens d´Amérique du Sud.

Cette zone archéologique se trouve à 45 minutes de la Paz et embrasse l´étendue actuelle du lac Titicaca. Il y a sept constructions majeures, qui sont le Kalasasaya, le temple semi souterrain, la Pyramide de Akapana, Kantatallita, Kerikala, Putuni y Puma Punku. L´architecture de la ville se caractérise par des hauts et bas reliefs sculptés dans la pierre. L´autre manifestation principale de cette culture était la céramique, dont on retrouve des vases de cérémonies, et des masques à traits humains. Il y a également des textiles et des œuvres architectoniques qui s´orientaient en fonction de l´astronomie du moment.

Tiahuanaco constitue un centre archéologique fascinant, il fait partie du patrimoine mondial de l´humanité de l´UNESCO, c´est une civilisation primitive qui fut extrêmement développée, et savait par exemple comment rediriger les eaux de pluies vers les cultures, une technique qui perdure de nos jours. On peut y aller en une journée depuis la Paz, avec une agence c´est mieux car en bus c´est un peu compliqué.
mathilde
Traduzir
Ver original
6
Ver fotos de Gaël Champossin
6 fotos

Civilization tiwinaku é onipresente e...

Civilization Tiwinaku é onipresente em La Paz, mas também no local de Tiwanaku cerca de 70 quilômetros da capital. Esta civilização pré-Inca viveu cerca de 2.500 anos e governou ao mesmo tempo que os persas e egípcios. Fui visitar o sítio arqueológico. Bem grande que eu tomei desde que era muito interessante e informativo, aprendendo muito sobre isso e muito menos conhecida do que a civilização Inca. Ele revela o portão sol, séculos "recuperação" no final do livro em quadrinhos "Tintin eo Templo do Sol".

La civilisation de Tiwinaku est omniprésente à La Paz, mais également au site même de Tiwanaku à environ 70 kilomètres de la capitale. Cette civilisation pré-inca a vécu près de 2500 ans et a régné au même moment que les Perses et les Egyptiens. Je suis allé visiter ce site archéologique. Grand bien m’en a pris puisque ce dernier a été très intéressant et instructif, apprenant beaucoup sur cette civilisation bien moins connue que les Incas. On y découvre la porte du soleil, "reprise" des siècles plus tard dans la bande dessinée "Tintin et le temple du soleil".
Gaël Champossin
Traduzir
Ver original
4
Ver fotos de Chloé Balaresque
4 fotos

O site tiwanaku é o que resta do capi...

O site Tiwanaku é o que resta do capital da civilização Inca pr Tiwanaku - Aymara, cujo domínio durou cerca de mil anos antes de parar misteriosamente. Este site ainda está em recuperação e da Grande Pirâmide é ser dsensablement. Eu encontrei um ótimo site, mesmo que por um milênio permanece civilização são realmente muito magro.

Le site de Tiwanaku est ce qui reste de la capitale de la civilisation pré Inca Tiwanaku - Aymara, dont la domination a duré environ mille ans avant de cesser mystérieusement. Ce site est encore en restauration et la grande pyramide est en cours de désensablement. J'ai trouvé le site intéressant, même si pour une civilisation millénaire, les vestiges sont finalement assez minces.
Chloé Balaresque
Traduzir
Ver original

O sítio arqueológico de tiwanaku

As ruínas da antiga cidade dá nome à Tiahuanaco cultura (ou Tiwanaku). É um local a não perder para conhecer e compreender a história da terra que você está atravessando. A visita ao local inclui o grande espaço do templo (área do céu, da terra e subterrânea, de acordo com os símbolos da cultura) com o portão majestoso do sol, as pedras liberar a energia solar e os alto-falantes incríveis, também pedra. Você se perder entre as formas geométricas perfeitas e harmoniosas entre o conhecimento esquecidas ao longo do tempo, os sinais e símbolos. As escavações continuam e você pode encontrar de vez em quando novas descobertas. Você também pode visitar dois museus, um dedicado à arte e artefatos, o outro para a história da região e da cultura. Frente do bilhete há guias freelance numerosos, mas você também pode visitar por conta própria ou ser parte de um grupos de excursão guiadas organizadas pelo museu.

Sito archeologico di tiahuanaco

Le rovine dell'antica città danno il nome alla cultura tiahuanaco (o Tiwanaku). È un posto da non perdere per conoscere e capire la storia della terra che si sta attraversando.
Il sito visitabile comprende il grande spazio del tempio, (area del cielo, della terra e sotterranea, secondo i simboli propri della cultura) con la maestosa porta del sole, le pietre che rilasciano l'energia solare e gli stupefacenti altoparlanti, anch'essi di pietra. Ci si perde tra le forme geometriche perfette e armoniose e tra i saperi dimenticati nel tempo, segni e simboli. Gli scavi continuano ed è possibile trovare di volta in volta nuovi reperti.
È possibile visitare anche due interessanti musei dedicati uno all'arte e ai manufatti, l'altro alla storia del territorio e della cultura. Davanti alla biglietteria si trovano numerose guide freelance ma è possibile anche visitare per conto proprio o inserirsi in gruppi di visita guidata organizzate dal museo.
ayzram
Traduzir
Ver original
9
Ver fotos de Zk.Carvajal
9 fotos

Um lugar atemporal

Uma noite incrível, andando fora, onde o espaço se funde no tempo e a essência é a verdade da vida ..... energia, dança eterno da vida ......

Un lugar sin tiempo

Una tarde alucinante, fuera de época, donde el espacio se funde en el tiempo y la esencia se encuentra con la verdad de la vida.....energía, la danza eterna de la vida......
Zk.Carvajal
Traduzir
Ver original

O site de tiwanaku é o que resta da c...

O site de Tiwanaku é o que resta da capital do pré-inca de Tiwanaku civilização (Aymara), cujo domínio durou mil anos antes misteriosamente parou. Este site ainda está em restauração. Aqui está uma grande pirâmide de areia que podemos ver melhor quando o trabalho for concluído. Eu encontrei um lugar muito interessante, mas para a civilização, os restos deixados são escassas.

El sitio de Tiwanaku es lo que queda de la capital pre-inca de la civilización Tiwanaku (Aimara), cuya dominación duró unos mil años antes de pararse misteriosamente. Este sitio está aún en fase de restauración. Aquí hay una gran pirámide de arena que podremos contemplar mejor cuando terminen los trabajos. Me pareció un lugar muy interesante, aunque para civilización, los restos que quedan son muy escasas.
Chloé Balaresque
Traduzir
Ver original
1
Ver fotos de freddy saucedo
1 foto

Monolito

Uma amostra das ruínas antigas q estão em La Paz

Monolito

Una muestra de las ruinas ancestrales q se encuentran en La Paz
freddy saucedo
Traduzir
Ver original
Publicar
Ler mais 10

Informação Ruínas de Tiahuanaco