Tenha a app minube
E aproveita as tuas viagens
Download
Aonde você quer ir?
Entrar com Google +
Partilhar
Gostas de National History Museum ?
Partilha com todo mundo
Aonde você quer ir?

National History Museum

info
guardar
Guardado

1 opinião sobre National History Museum

12
Ver fotos de Roberto Gonzalez
12 fotos

Museu nacional de história quase n...

Museu Nacional de história

Quase no final da rua principal da bela cidade de Maheburgo, encontramos, após alguns portões e um pouco escondido, este curioso museu numa antiga mansão, propriedade da família Robillard, construída em 1771, e transformada em museu em 1950.
Atravessamo o portão e entramos na propriedade por um caminho que transcorre entre árvores enormes, e no final de tudo nos espera a mansão. Mas, se tivermos sorte, coisa que não tivemos, a Associação de Artesãos de Maheburgo terá as suas casas coloridas abertas ao público para vender seus artesanatos avalados pelo Governo.
Subimos as escadas e entramos no prédio, mas não estava permitido tirar fotos. Não é de admirar, uma vez que todos os objetos armazenados dentro, como os armários onde se guardam coisas velhas e desgastadas, parece que vão ser reduzidas a pó com um sopro. Isso lhe dá um charme ainda mais atraente, então começamos a visita.
O museu conta a história da ilha nos seus três períodos coloniais: Holandês, Francês e Inglês.
Também tem uma grande coleção de objetos, gravuras, cartas marítimas e outros documentos sobre a batalha do Velho Porto. Nós também descobrimos armas e utensílios que pertenceram a Surcouf, corsário vindo da baía de Saint-Malo, na França, bem como o enorme sino do navio "Saint-Geran" (do que já falamos no espaço de Poudre d'Or), que foi trazido à superfície em 1960 por um grupo de mergulhadores, assim como porcelanas chinesas, que são remanescentes do barco que naufragou e que pertenciam ao almirante Pieter Both.
Uma sala dedicada quase inteiramente à escravidão e os navios negreiros, com especial ênfase na meneira como os escravos foram transferidos, em barcos completamente superlotados. Tem também uma cama da época e uma beliche de transporte, juntamente com outros itens mais comuns na mansão.
A entrada é gratuita, e eu recomendo que antes de deixar a propriedade, passear ao redor da casa, porque na parte de trás tem um vagão de trem em mau estado, mas que nos dá uma idéia da importância que teve a linha ferroviária já extinta da ilha.
Roberto Gonzalez
Publicar

Informação National History Museum