Na app poderás ver muito mais, e bem mais rápido
Download
Aonde queres ir?
Gostas de Split-Dalmacija ?
Partilha com todo mundo
Entrar com Google +

O que visitar em Split-Dalmacija

302 colaboradores

151 lugares que ver em Split-Dalmacija

Ilhas en Hvar
Hvar
(8)
A ilha de Hvar está localizada em Split, mede uns 80km e é um dos destinos favoritos das pessoas que visitam a Croácia. Por essa razão, a ilha está cheia entre julho e setembro, mas se você tiver sorte, poderá visitá-la antes disso, faz tempo bom a partir de abril, e os preços são mais baixos. A ilha é conhecida pelo nome de Pharos em grego e Lesina em italiano. Forma parte da região administrativa de Split, e para ir você tem que pegar um ferriboat de Jandrolinja, tem uns mais rápidos que só levam pessoas, e se você vai a pé também pode voltar no mesmo dia, mas como a ilha é grande, se você pode ir de carro, melhor. O preço não é barato, são uns 60 euros para poder ir com um carro, a outra opção é ir a pé e alugar um carro ali. A ilha foi veneziana, logo formou parte do império dos Habsburg e do império francês durante as guerras napoleonicas. Sua história cheia de detalhes a deixam mais interessante ainda.
De interesse turístico en Split
Cruzeiro no MS Afrodita
(6)
Um cruzeiro num veleiro por Dubrovnik e a costa da Dalmácia. Vendem-no como "o mediterrâneo, tal como era", o que é uma campanha publicitária muito eficaz, embora pouco realista, na minha opinião. De qualquer forma, a costa da Dalmácia é um lugar bonito para visitar e uma opção muito interessante para a conhecer é um dos pequenos cruzeiros que a percorrem. Estes barcos têm um número limitado de camarotes (uns 15, mais ou menos) e a verdade é que há muito bom ambiente com os outros passageiros. As horas de navegação tornam-se muito curtas ao apanhar sol no convés e pela tarde podem fazer-se visitas muito interessantes a Dubrovnik, Korcula, Hvar, etc.
Catedrais en Trogir
Trogir Cathedral (Katedrala Svetog Louvre)
(2)
A igreja de St Lovro ou San Lorenzo de Trogir, é a jóia desta pequena cidade, Património Mundial da UNESCO, localizada na costa croata, fica a cerca de 30 km de Split. Esta é uma visita que você não pode perder, a parte da igreja é de entrada livre, mas para poder subir à torre e admirar a vista você tem que pagar dois ou três euros. Na igreja, as esculturas são bonitas, os tetos estão ricamente decorados, e foi das poucas vezes que vi uma representação de Deus, a sair do teto em relevo, aparentemente, para transmitir uma mensagem aos homens. Em geral, Deus não é representado como um humano. A igreja românica tem três naves, esta igreja foi construída sobre as ruínas de uma igreja cristã antiga, que foi destruída durante uma invasão árabe. A construção começou no século XIII, e a parte mais fina é a porta da frente da entrada, que é de 1240, e é uma das obras-primas do famoso Radovan, que é um dos maiores escultores do país. A porta representa cenas da Bíblia e do nascimento de Cristo. Do outro lado, há dois leões, nos quais Adão e Eva estão sentados.
Palácios en Split
Palácio de Diocleciano
(14)
Dentre as mais belas monumetnos da Croácia todos é, sem dúvida, o Palácio de Diocleciano, que está localizado na bela cidade costeira de Split.Se é um monumento construído pelo imperador Diocleciano costume (daí seu nome) entre os séculos III e IV AC. Este palácio está localizado em um magnífico estado de conservação e para estar no centro da cidade torna o dazzle Split tão impressionante, tanto que em 1979, a UNESCO declarou o patrimônio histórico do Palácio da cidade de Humanidad.El consiste de uma nave retangular irregular, com torres em três das suas fachadas, a lesteo norte e o oeste. O Sul não tem nenhuma torre, mas é a fachada mais privilegiada, o que é que está com vista para o mar. Além disso, todo o palácio é murado exceto esta parte. Cada uma das fachadas também tem um portão de acesso que leva os visitantes a um pátio privado.O palácio oferece uma visão de luxo e esplendor, e isto é devido em parte à materiais utilizados para a sua construção, que eram de pedra calcária e mármore de alta qualidade.Existem muitas áreas para visitar no interior do palácio. Para mim que mais me chamou a atenção do interior são algumas passagens que actualmente hospedam várias lojas de souvenirs, por um lado e um Museu do outro. Além disso, a vantagem que tem nesta área é que é agracede muito entrar no verão, porque ele é um muito eficazmente evitar o calor e ser legal, porque lá como sempre carece de qualquer janela de baixas temperaturas.No verão, centenas de turistas visitam esta cidade e o Palácio de Diocleciano e que, durante este tempo que você pode ver apresentações no experior edifício. Por exemplo, é comum ver dois homens vestidos de cavaleiros da idade média que deixam-se tirando fotos com turistas.
Reservas Naturais en Mljet
Parque Nacional de Mljet
Mljet é uma ilha no sul da Croácia, e se pode chegar de balsa desde Dubrovnik. Não é fácil, os horários não são práticos ou freqüentes. A viagem desde a capital dura cerca de uma hora. Do porto de Polace não se pode apreciar a toda a beleza da ilha que é coberta por floresta em 70% da área, 3.000 hectares de parque declarado uma reserva natural na década de 60. Aproveite a paisagem, o sol e a brisa é um prazer de bicicleta, é a melhor maneira de explorar a ilha e se pode alugar por hora em toda parte. Além da floresta, a ilha é composta de 2 lagos de águas salgadas, onde se nadar tranquilamente e desfrutar do silêncio. (É preciso umas botas para caminhar facilmente pela margem que é de pedra) Pode chegar perto do Mosteiro de Santa Maria em Unije, cenário de muitas obras de literatura croata. A ilha tem cerca de 1000 habitantes e tem apenas um hotel. Exceto excursões turísticas de Dubrovnik, em agosto, você vai encontrar paz e tranquilidade nesta bela ilha no mar Adriático.
Portos en Split
Port of Split
(4)
Porto da cidade era anteriormente apenas um cais e um píer para muitos barcos passando por ali. O trabalho intenso e comércio com o interior dos muçulmanos dos Balcãs contribuiram para a expansão e crescimento em Split. Expansão e a eficiência do negócio fez o porto crescer a partir do século XVII com molas mais, sendo um dos principais portos do Mediterrâneo na época. Mas as guerras de Candia em 1645 e Moreia em 1685, bem como as lutas intermináveis entre os venezianos e os turcos para o controle da cidade terminou neste negócio a crescer, tornando-se de dividir um povo mais normal.Hoje é um importante porto para alcance ls ilhas ao redor, por exemplo, Hvar, uma das mais belas na costa do Adriático, ferries diariamente de manhã e retorna uma tarde, para a cidade de Hvar ou um porto mais próximo. Eles são bastante carros se você vai levar seu carro, mas eles estão a pé, 2 ou 3 euros para atravessar qualquer outra coisa.
Cidades en Trogir
Trogir
(9)
A cidade de Trogir é um desses pequenos espaços fascinantes que tem o país croata. encontra-se muito perto de Split e está entre as altas montanhas do Norte e Omar. É uma cidada amuralhada que possui prédios e construções românicas e do renacimento e tem tanta beleza que foi declarada Património Mundial da humanidade pela UNESCO.
Praias en Bol
Zlatni Rat beach (Golden Horn)
(9)
A praia do Corno Dourado Os folhetos turísticos de Croacia não deixam de reproducir a imagem da praia de Zlatni Rat e não é estranho, porque é uma das praias mais exclusivas em todo o país. O famoso Corno de Ouro é uma projeção de areia vários metrso, que forma uma espécie de meia lua dourada sobre as águas do Adriático. Com pouca gente e bom tempo, tem uma vista espetacular, o problema principal é que a popularidade da praia faz que enche em pouco tempo e não pode ser confortável. Próximo à praia, há uma área rochosa que, embora não convida muito ao banho, sim que permite que você ficar tranquilo à beira-mar, mesmo em pleno verão. Em qualquer caso, eu recomendo visitar a praia ou fora da estação ou no início da manhã, antes de atingir as massas.
Estátuas en Split
Grgur Ninski statue
(7)
A primeira coisa a se fazer ao chegar a Split é ir até esta gigantesca estátua localizada na entrada principal do Palácio de Diocleciano e tocar o seu pé esquerdo. De acordo com a tradição, isso traz boa sorte. Muita gente pensa assim, por isso o pé da estátua está sem a sua pátina escura e mostra o seu coração de bronze. Split é uma cidade mágica, e a imagem da estátua não fica atrás. O personagem que ele representa teve uma importância vital na história da Croácia: Grgur Ninski foi um bispo que viveu no século X, que ao opor-se à celebrar a missa em latim encorajou o povo no uso da língua croata.
Ilhas en Mljet
Mljet
(1)
A Ilha de Mjetes é um verdadeiro paraíso natural! Para se perder alguns dias e relaxar! Tem 2 lagos (Velikojezero e Malo jezero). Na ilha de Santa Maria, no Lago Grande, encontra-se um convento, reconstruído várias vezes, que é de estilo renascentista. A Mjet se pode chegar de barco a partir do porto de Dubrovnik, Dubrovnik por isso, se você visitar não perca a visita a esta ilha!
Catedrais en Split
Catedral de Saint Domnius
(2)
Catedral de Split A Catedral de St. Duje (ou San Domnius, em croata, Katedrala Svetog Dujma) é uma catedral católica croata pertence à Arquidiocese de Split Makarska. Originalmente foi o mausoléu do imperador Diocleciano, embora tenha sido convertida em uma catedral no século VIII, e faz parte do Palácio do Imperador Diocleciano, e como tal, é um Património da humanidade.
Cidades en Split
Riva
(1)
A Riba è um passeio principal , como o melecon da cidade. Gosto muito porque por uma parte ves todas as muralhas de split, o palacio diocleciano, cheio de pequenas lojas, muito animad, e do outro lado do porto, ves os barcos desportivos e as linhas ferrias que saem das ilhas que estâo mais perto. Entre os dois, esta Riva.Um mundo totalmente a parte onde chega a passear gente, como a comer un gelado, a junar-se com os seus vizinhos no fim da tarde. Entre as nove da manha e as sete da tarde no ha turistas en Riva, a gente que vive ai ja sabe que o calor è muito forte e nâo da para estar a passear por zona com pouca sombra. Hà muitos restaurantes en Riva, teem todos bonitas esplanadas e nenhum de eles oferece comida muito barata, mas a calidade da comida e muito alta.Para un pouco de pizza tens que ir mais para o centro. Ali os restaurantes te servem con uma tolha branca e talheres de prata, os preços estâo tambien a esse nivel, mas comes um bom marisco e massa. Durante o verâo podes ver en Riva todos os tipos de concertos e festivais, asim como tambem feiras ambulantes tipicas de ai.
Palácios en Split
Peristyle
(5)
O peristilo é um pátio monumental, formando o norte acesso aos apartamentos Imperial de Diocleciano. Agora é o coração do palácio, que continua a ser um "destruir a vida", muito animada, com turistas é claro, mas também em seus carrinhos há um bar onde as pessoas vêm ter bebidas, um banco e o escritório de informações turísticas. O peristilo era em seu tempo de acesso para o mausoléu de Diocleciano, que é agora o Domnio de Sv Catedral de Split, e três templos do lado oeste. Dois deles foram destruídos, o terceiro é agora um Batistério.O portal pelo qual veio a esta parte do palácio foi o mais suntuoso, a Golden Gate. É um lugar mágico, cercado por aves que fazem muito barulho à noite, é único. Na arquitetura grega e romana, o peristilo era um lugar com colunas em torno de um pátio, um lugar de vida mais do que tudo, onde o povo para falar, ensinar e vender suas coisas. Javna é Património Mundial da UNESCO.
Ilhas en Hvar
Pakleni Islands
(2)
São um grupo de pequenas ilhas em frente a cidade de Hvar, também uma ilha, é que a Croácia é um dos países com maior número de ilhas, e pode acreditar que todas são maravilhosas. Bom saber que a maioria das praias do Adriático são em sua maioria de pedras, difícil encontrar uma praia de areia, o que faz com que a água seja transparente com umas cores que te dá vontade de abrir a boca e levar ela inteira. As ilhas Pekleni não é que sejam mais bonitas, mas temos boas lembranças delas. No pequeno porto de Hvar se alugam barcos com motor para todo o dia por 25 euros, com uma breve aula sobre como conduzir (em inglés) e depois você fica sozinho, as ilhas para explorar e claro, o Adriático. Nós, graças a liberdade que nos deixou nosso barquinho, podíamos parar em praias desertas e virgens, e nadar pelados nas águas claras da Croácia.
Cidades en Makarska
Makarska
Bela cidade que voltaria sem dúvidas Makarska (em italiano: Macarsca, em alemão: Macharscha) é uma cidade na costa adriática da Croácia, cerca de 60 km. Ao Sudeste de Split a 140 km. A noroeste de Dubrovnik. Pertence à região de Split-Dalmácia. Está em uma baía em forma de ferradura, entre as montanhas de Biokovo e o Mar Adriático. A cidade se destaca pelo seu passeio marítimo, com palmeiras, onde os cafés, bares e boutiques com vista para o pequeno porto que estão ancorados os barcos. Ao longo da praia há vários hotéis e um parque de campismo. O centro é uma cidadela de ruas de paralelepípedos, com uma praça em frente à igreja, onde há um mercado de flores e frutas, e um mosteiro franciscano, que abriga uma coleção de conchas. Makarska é o centro da Riviera, que se estende por 60 km. Entre as cidades de Brela e Gradac. No verão, dezenas de milhares de turistas chegam da Alemanha, Áustria, República Checa, Eslováquia, Suécia, Eslovénia, Hungria, Bósnia-Herzegovina e outros países.
Monumentos Históricos en Split
(1)
Monumentos Históricos en Split
Golden Gate
(1)
A ponte Golden Gate é uma das principais entradas para as paredes de separação, por seu lado leste. A imensa estátua de Grgur Ninski, Emblema da cidade, está localizada em frente à porta, já que antes de se tocar o dedo grande do pé para dar sorte.As paredes e a porta em poucos minutos te levar séculos atrás. Quando tudo isso era o Palácio do Imperador Diocletian e a cidade vivia sob a proteção dos venezianos e a ameaça dos turcos. Centro antigo da cidade é parte do Património Mundial da humanidade pela UNESCO. Há quatro entradas para o palácio, a porta aurea (zlarna vrata), que é, o ouro, então a porta de ferro e prata, a porta Aenea. Mas você não está em apenas uma ruína. É a entrada da cidade velha. As pessoas vivem dentro do palácio, que é uma maravilha, dizem a ruína da vida, devem ser vistas.
Ruas en Split
Marmontova Street
(1)
Dia e noite nesta rua de Split grande moderno está cheia de gente, caminhando, comendo sorvete ou dentre as deliciosas pizzas que você servir por peças para transportar.Durante o dia, existem muitas lojas, marcas internacionais e local, em geral inspirado fashion da moda italiana, a verdade é que os preços parecia bastante elevados e estava na esperança de encontrar algo mais baratas coisas, mas são de boa qualidade, sapatos de couro, mais do que todas as outras roupas de Verão trazem-lo de longe e é mais caro que em calida marmontova rua faz parte da segunda cidade velha de Splitfora dos muros do palácio, quando ele começou a planejar um pouco mais de uma cidade de verdade e o desenvolvimento do negócio com os turcos e o venicianos eles exigiram a expansão da cidade, desenvolvimento de pessoas para um lugar importante.