Na app poderás ver muito mais, e bem mais rápido
Download
Aonde queres ir?
Gostas de Côte-d'Azur ?
Partilha com todo mundo
Entrar com Google +

O que visitar em Costa Azul

7.368 colaboradores
Abadias em Côte-d'Azur Aeroportos em Côte-d'Azur Aldeias em Côte-d'Azur Baías em Côte-d'Azur Balneários em Côte-d'Azur Bares em Côte-d'Azur Bodegas em Côte-d'Azur Bosques em Côte-d'Azur Caminhadas em Côte-d'Azur Casinos em Côte-d'Azur Castelos em Côte-d'Azur Cataratas em Côte-d'Azur Catedrais em Côte-d'Azur Cavernas em Côte-d'Azur Cemitérios em Côte-d'Azur Centros Comerciais em Côte-d'Azur Cidades em Côte-d'Azur Cinemas em Côte-d'Azur Circuito Ciclismo em Côte-d'Azur Concertos em Côte-d'Azur De interesse cultural em Côte-d'Azur De interesse desportivo em Côte-d'Azur De interesse turístico em Côte-d'Azur Discotecas em Côte-d'Azur Enseadas em Côte-d'Azur Escalada em Côte-d'Azur Espectáculos em Côte-d'Azur Esqui em Côte-d'Azur Estações de Autocarros em Côte-d'Azur Estações de Comboio em Côte-d'Azur Estádios em Côte-d'Azur Estátuas em Côte-d'Azur Estradas em Côte-d'Azur Exposições em Côte-d'Azur Falésias em Côte-d'Azur Feiras em Côte-d'Azur Festas em Côte-d'Azur Fortalezas em Côte-d'Azur Igrejas em Côte-d'Azur Ilhas em Côte-d'Azur Informação Turística em Côte-d'Azur Jardins em Côte-d'Azur Lagoas em Côte-d'Azur Lagos em Côte-d'Azur Lojas em Côte-d'Azur Mercados em Côte-d'Azur Miradores em Côte-d'Azur Montanhas em Côte-d'Azur Monumentos Históricos em Côte-d'Azur Municípios em Côte-d'Azur Museus em Côte-d'Azur Palácios em Côte-d'Azur Parques Aquáticos em Côte-d'Azur Parques Temáticos em Côte-d'Azur Parques de Diversão em Côte-d'Azur Portos em Côte-d'Azur Praças em Côte-d'Azur Praias em Côte-d'Azur Pueblos de vacaciones em Côte-d'Azur Reservas Naturais em Côte-d'Azur Rios em Côte-d'Azur Ruas em Côte-d'Azur Salas de Concertos em Côte-d'Azur Sítios arqueológicos em Côte-d'Azur Sítios insólitos em Côte-d'Azur Spa em Côte-d'Azur Teatros em Côte-d'Azur Vales em Côte-d'Azur Zonas de Compras em Côte-d'Azur

2.541 lugares que ver em Côte-d'Azur

Portos en Marselha
Porto de Marsella
(33)
Marselha não é uma cidade muito tursística, mas é a 2ª maior cidade da França, depois de Paris. O porto da cidade sempre foi o protagonista e até hoje desenvolve esse papel. Há muitos restaurantes, bares, e movimento, durante o dia e durante a noite. Os bares e discotecas estão todos ao longo da "orla" marítima e na minha sincera opinião, é um dos pontos fortes da cidade, já que a noite é muito animada.
Palácios en Avignon
Palácio dos Papas
(30)
O percurso é bastante amplo e com um bom guia de áudio. É muito bem apesar de ter poucas coisas e estar bastante vazio. A pena é que não deixam você tirar fotos ou fazer videos dentro. Na verdade chamaram minha atenção por tirar fotos. Na saída, há uma espécie de pequena adega onde você pode comprar vinhos com denominação de origem Chateauneuf-du-Pape. Os Papas gostavam deles.
Catedrais en Marselha
Basílica Notre Dame de la Garde
(37)
Sem medo de errar, posso dizer que é uma das catedrais mais bonitas que eu já vi na minha vida. Para chegar lá você tem que estar disposto: a catedral está no topo de uma colina, mas muito, muito para cima, viu? Tem ônibus que vão para cima, mas nós preferimos subir andando. Chegamos ao topo quase nos arrastando, mas valeu a pena. A catedral é de estilo neo-bizantino e está coroada por uma estátua da Virgem Maria que é visível desde qualquer ponto da cidade. A virgem mede 11 metros, quando você vê de baixo parece pequena, mas não... É enorme! E isso é só por fora. Por dentro é linda, de cores ouro e vermelho. A entrada é gratuita, eu quase diria que já se paga só com a subida que tem que fazer. Sério, é longe, mas talvez seja o melhor da cidade. Ah, e tem umas vistas lindas durante a subida, impressionante. Veem-se todos os cantos de Marselha!
Praias en Niza
Praia de Nice
(23)
Nice é um dos lugares mais impressionantes da Costa Azul. Famosa pela sua espectacular e gigantesca praia de águas azul turquesa, é uma cidade que trata os turistas muito bem: lojas, esplanadas, mercados, lazer... Surpreenderá o turista espanhol, seguramente, que as praias em geral não sejam públicas (como acontece no noroeste de Itália) e que os hotéis e restaurantes têm praias privadas. Se faz sol durante o dia, podem sair-te umas fotos espectaculares. Sobretudo, desde o mirador.
Ruas en Niza
Centro Historico de Nice
(28)
A viagem a Nice estava programada para o primeiro dia de sol daquela semana chuvosa (14 a 20 de Junho de 2010). Finalmente na quinta-feira o sol apareceu como se jamais tivesse chovido. Para evitar o trânsito da linda costa, ficou decidido viajar pelo caminho mais rápido, via Autostrada, Isso apesar da distância entre as duas cidades ser de apenas 38 km, mas havia pressa de chegar e atingir o objetivo da viagem: Verificar se o mar de Nice era realmente mais azul que o de Cannes. Nice é uma cidade bem maior que Cannes, com seus quase 350.000 habitantes contra os pouco menos de 40.000 de Cannes. É a quinta cidade mais populosa da França, a maior cidade da Côte d’Azur e fica próxima do Principado de Mônaco, portanto, mais próxima da Itália que Cannes. Aliás, a sua região metropolitana é a sexta do país e confina com a de Ventimiglia, na Itália, país ao qual pertenceu por um certo período, de 1388 sob o reinado sardo-piemontês até 1860, quando foi anexada ao Reino da França através de um plebiscito muito contestado. Durante a Segunda Guerra, entre 1942 e 1943, foi ocupada pelo Reino da Itália. Por muito tempo a população local era culturalmente italiana, até que o governo francês decidiu intervir e “afrancesar” a região, fechando jornais locais em língua italiana, mudando sobrenomes – quem se chamava Bianchi passou a ter nos documentos o sobrenome Blanc, por exemplo – e mudando nomes de logradouros. Em algumas ruas da cidade velha as placas com os nomes das ruas são bilingues, utilizando o nome francês e aquele em dialeto nizzardo, o antigo dialeto lígure da região. Segundo algumas escavações arqueológicas, a área seria habitada há 400.000 anos e a cidade foi fundada pelos habitantes de Marselha a cerca de 2.500 anos. Uniu-se a Génova no século VII, participou de diversas guerras italianas, sofreu muito na guerra entre Carlos I da Espanha e Francisco I da França, foi atacada pelo pirata russo Barba Vermelha, que conquistou a cidade, sofreu com a peste entre 1550 e 1580, enfim, a cidade é riquíssima de história, apesar de moderna e com uma vida noturna muito agitada. A única constatação que interessava na viagem, porém, ficou clara: O mar de Nice é mais azul que o de Cannes.
Monumentos Históricos en Avignon
Ponte Saint Bénezet
(21)
A ponte de Saint Benezet, também conhecido simplesmente como "a ponte de Avignon" é um emblema da cidade, ao lado do Palácio dos Papas. A ponte foi construída para ligar a cidade ao palácio, com Villeneuve lez Avignon do outro lado do Rhone. Os papas tinham construído uma residência fortificada e precisavam de um fácil acesso ao palácio. A construção foi inspirada por São Benezet, um pastor, que segundo a lenda foi guiado por anjos na sua construção. Hoje só resta um pedaço da ponte que levada pelo rio. Você pode visitá-lo bem como as capelas que estão na ponte. O cardeais rezavam quando passavam por lá. Há também houve por um tempo um pedágio. A entrada é 4 euros. A ponte inspirou uma canção francesa famosa para as crianças que você pode ouvir no pequeno museu.
Reservas Naturais en Aix-en-Provence
Represa de Bimont
(3)
A represa Bimont foi construída como um reservatório de água potável para a região de Marselha e Aix en Provence, no caso de uma grande seca e também ser capaz de desligar o fogo da regià £ o muito seco no verão.O lugar é perto da montanha Sainte Victoire e vem com um busito que deixa do centro de Aix-en-Provence, em frente ao posto de turismo. É uma muito fácil caminhada ao redor da represa, o ônibus cai em 3 minutos a pé da entrada do lugar e permite que você veja um pouco Provence fora cidades sem muitas complicações, se você não tem transporte.Descobrir antes de sair atrás do horário do ônibus, porque termina cedo. Você pode pescar, mas o banho é proibido, é água potável e poderia chegar a torneira diferente para que você a leve! É muito seguro e pode ser multado se você tomar banho. De qualquer forma, a água é muito fria.Muitas pessoas fim de semana, porque a natureza ao redor é linda e é o ponto de partida para diversas excursões para a montanha Sainte Victoire, mas também as belas aldeias da Provença.
Enseadas en Marselha
Calanques
O melhor da minha viagem a Marselha foi este refúgio, sem dúvida. Pegamos um ônibus do centro e 40 minutos plantados neste parque natural fantástica. Bem, naquele dia nada foi fechado pelo fogo, não passa, voltamos no dia seguinte.Após 45 minutos de caminho (em flip-flops, Hahaha) chegou ao paraíso em forma de enseadas pessoais e únicas. Sim, sim, pessoal e intransferível, hehe, jogou a cala por pessoa, você pode imaginar? Aí passamos um dia incrível, três colegas, um sol de Justiça e muita bebida. Depois de deixar tudo como um apito, voltamos e voltou-se para desfrutar de incríveis vistas, desta vez à noite.Prefiro mil vezes. E não me deixaria fazê-lo de barco!
Pueblos de vacaciones en Saint-Tropez
Saint-Tropez
(12)
Aqui estão algumas fotos de St. Tropez. Quando fomos, surpreendentemente, estava tranqüila! Além de um belo sol que brilhou durante todas as férias. Finalmente fizemos um passeio pela cidade. As fotos, não se comparam com a realidade pois é ainda mais surpreendente. Esta cidade é um clássico do turismo chique e dos famoso.
Ilhas en Cannes
Ilhas de Lérins
(2)
Este conjunto de 4 ilhas (é a maior ilha St. Marguerite) situa-se na Baía de Cannes, perto da Costa (cerca de 20 minutos de barco de Cannes). A ilha de Sainte-Marguerite cumpriu pena de prisão no lendário filme "o máscara de ferro". Estas ilhas são ainda muito naturais, com vegetação densa. Há um bom restaurante recomendado: L'Escale. Localizado na ilha de Sainte Marguerite, ao longo da praia, que serve todos os tipos de pratos e tem um terraço com vista para o mar... Muito acolhedor e romântico no pôr do sol!
Rios en Aiguines
Gorges du Verdon
(5)
Em meio a uma nova jornada, um novo caminho de aprendizado e descobertas, tropecei em Gorges du Verdon, um paraíso natural localizado no Sul da França. A primeira impressão é: espero não acordar tão cedo. Apesar de sonhar alto, nunca pensei que fosse um dia conseguir desfrutar de tamanha beleza, uma beleza divina, digna de telas de cinema - ou qualquer outra coisa que represente o surreal. De vales exuberantes, vilarejos a montanhas imponentes e um famoso lago (Lac de Saint-Croix), Gorges du Verdon despertou em mim um nível elevado de gratidão e respeito (ainda maior) à Mãe Terra. Eu espero que todos que leiam essa minha pequena lembrança possam ter a oportunidade de pisar um dia nesse paraíso.
Praias en Cassis
Calanques de Cassis
(11)
Você pode ir de barco ou a pé, mas vale a pena ir andando, não é muito cansativo. O único é que, em alguns pontos, há muitas pedras escorregadias e se deve ter cuidado, além de ir com calçado adequado. As praias são maravilhosas, a água cristalina, embora sempre lotadas. E a água está congelada!
Praias en Niza
Promenade des Anglais
(14)
O Promenade, ou em espanhol "El Malecón", é genial no verão (é uma para obrigatória para ir à praia)obrigação de ir para a praia) pela quantidade de gente, seja andando, em bicicleta, patins, grupos, sós ou com seus cachorros... Durante esses meses é comum que haja espetáculos ambulantes e muita festa já que a praia de Nice está mais abaixo e é possível aproveitar de uma vista panorâmica do mar. Também é muito bom para passear ou apenas aproveitar da paisagem...
Catedrais en Marselha
Catedral de Marselha
(14)
A Catedral de Marselha começou a ser construída em 1852 e finalizada em 1893. Tem estilo românico-bizantino e é um dos principais pontos turísticos da cidade. Está localizada um pouco fora do centro, próximo ao porto.Ela foi construída com mármore e rochas, o que deu um aspecto diferente comparado às outras catedrais. Vale à pena a visita.
Reservas Naturais en Saintes Maries de la Mer
A Camarga Francesa (Camargue)
A Camarga (Camargue) é uma região natural do Sul de França. Está situada a oeste de Provença, no sul de Arles. Está delimitada pelos braços do Ródano e pelo mar Mediterrâneo. É o lugar perfeito para ser percorrido de bicicleta, porque é plano e tem vistas muito agradáveis. A mim, pessoalmente, chamaram-me a atenção os cavalos selvagens e os flamingos cor de rosa que encontrámos em cada passo. Se a percorrermos de carro, podemos aproveitar para visitar várias cidades com um ar turístico, como Aigues-Mortes e Le Grand Mote.
Aldeias en Gordes
Gordes
(9)
Gordes é uma bonita aldeia no alto de uma colina do Luberon, na Província francesa, provavelmente um das melhores preservadas de toda a região. Suas ruas estreitas são um verdadeiro prazer de recorrer, mas sem dúvida o mais impressionante em de Gordes é contemplar o pôr do sol sobre suas casas de pedra.
Monumentos Históricos en Arles
Arena de Arles
Você não espera encontrar um edifício desta natureza no meio da parte antiga da cidade, normalmente os monumentos deste tamanho tendem a ser fora ou longe da estrutura urbana.Então acontece que você venha passear através da rede de ruas da cidade e de repente encontra-se com a beleza do anfiteatro, rodeado por casas de estilo provençal parecem escondê-lo como um pequeno tesouro que salvaguardar.Atualmente é conhecida como "Les Arènes" e é usado para todos os tipos de shows e eventos, perdendo parte do seu charme quando você entra e descobre uma rede de metal arquibancada preparada para um concerto. Mas acima de tudo para destacar suas corridas da tarde aqui, nesta área da França é carregada com tradição de touradas e o anfiteatro para deixar as lutas de gladiadores para acomodar as touradas: (, precisamente, alimentação, fue esto lo atrajo um Picasso um esta ciudad.)No entanto, vale a pena excursionando suas entranhas e observar rochas de quase 2000 anos de idade e de repente esquecer os touros e o peso das Cataratas de história que você bateu.Lugar bonito, bem conservado e restaurado.
Ilhas en Hyères
Porquerolles
(15)
A aldeia de Porquerolles tem 300 habitantes no inverno. A atividade principal é o turismo de verão, quando passa a ter até 1000 habitantes e 10000 visitantes diários. Na sua origem, a ilha foi um presente de casamento de um rico industrial francês à sua noiva. Mas, com o tempo, o estado francês a confiscou para construir um forte destinado à defesa das invasões. Ainda é possível visitar o Fort Sainte Agathe ou o Forte de la Répentance, e ver como era a ilha no passado. A ilha agora tem uma bela praça central onde joga-se bocha antes do almoço. A praça é cercada por lojas, pequenos supermercados (bastante caros), e alguns restaurantes. No l'Indien alugam-se bicicletas para explorar a ilha, e no final do cais encontra-se o escritório de informações turísticas. Todo mundo anda a pé ou de bicicleta, o que torna o local muito agradável. As praias mais próximas são acessíveis pela costa, a 15 minutos a pé, mas você vai ter que ir para as mais distantes, como a de Notre Dame ou Langoustier para encontrar a paz! Se você for com um grupo de amigos e quiserem ficar para o jantar após o último barco de volta para o "continente" como eles chamam, há um serviço de táxi aquático que pode levá-los até o litoral.Porquerolles é a maior das ilhas de Hyeres no Mediterrâneo francês. A maior parte da ilha foi declarada parque natural pelo que não podem ser construídas casas. Também não se pode chegar de carro até a ilha. Os visitantes chegam de barco, que na temporada alta saem a cada 30 minutos, cruzando em 15 minutos, depois pode-se alugar bicicletas, ou andar pelos caminhozinhos de terra que levam às diferentes praias da ilha. A ilha tem vários restaurantes, oferecem desde sanduíches e pizza até peixes frescos e o muito fino Mas du Langoustier, que é também um hotel, que para comer custa uns 75 euros por pessoa, mais vinho. Os preços da comida em geral são bastante elevados porque é uma ilha. Alugar uma bicicleta custa 15 euros por dia. Na estação muito seca, pode estar proibido andar pela floresta, mas em época normal, quando não há risco de incêndio pode chegar a qualquer lugar, exceto algumas fazendas privadas que não podem ser cruzadas. A excursão para um dia é muito agradável, mas há poucos hotéis para ficar, são bastante caros, e está proibido acampar. Também é proibido fumar fora do povo, e é controlado por guardas em bicicleta ou a cavalo, por isso tome cuidado!