Na app poderás ver muito mais, e bem mais rápido
Download
Aonde queres ir?
Gostas de Moçambique ?
Partilha com todo mundo
Entrar com Google +

O que visitar em Moçambique

234 colaboradores
Os mais visitados em Moçambique
Aldeias en Maputo
Maputo
(10)
Ilhas en Ilha de Moçambique
Mozambique Island
(5)
Mercados en Maputo
Mercado do Peixe, Maputo
(7)
Baías en Inhambane
Tofo bay
(4)
Estações de Comboio en Maputo
Maputo railway station
(4)
De interesse cultural en Maputo
Maputo and its Rationalist Architecture
(3)
Aeroportos en Maputo
Maputo international airport
(3)
Aeroportos en Vilanculos
Vilanculos
(3)
De interesse cultural en Maputo
Post Office Building
Praias en Machangulo
Nhonguane Lodge Beach
(1)
De interesse cultural en Maputo
Maputo Billiards
(2)
Praias en Machangulo
Praias de Machangulo
Aldeias en Machangulo
Santa María
De interesse cultural en Machangulo
Machangulo Fishermen
Igrejas en Machangulo
Machangulo chapels
(1)
Ilhas en Islas Quirimbas
Ibo island
(2)
Baías en Machangulo
Machangulo peninsula
Mercados en Maputo
Mercado do Peixe, Maputo
(7)
Mercados en Maputo
(5)
Mercados en Maputo
(2)
Mercados en Maputo
(2)
Mercados en Maputo
Mercados en Maputo
Mercados en Maputo
(4)
Mercados en Vilanculos
(2)
Mercados en Garue
Praias en Machangulo
Nhonguane Lodge Beach
(1)
Praias en Machangulo
Praias de Machangulo
Praias en Islas Quirimbas
(4)
Praias en Vilanculos
(2)
Praias en Moçambique
(1)
Praias en Maputo
(1)
Praias en Maputo
(1)
Praias en Tofo Beach
Praias en Inhambane
(1)
Ilhas en Ilha de Moçambique
Mozambique Island
(5)
Ilhas en Islas Quirimbas
Ibo island
(2)
Ilhas en Bazaruto Island
Bazaruto Island
(2)
Ilhas en Islas Quirimbas
Rolas island
Ilhas en Islas Quirimbas
(3)
Ilhas en Ilha de Moçambique
(1)
Ilhas en Islas Quirimbas
(2)
Aldeias en Maputo
Maputo
(10)
Aldeias en Machangulo
Santa María
Aldeias en Maxixe
(1)
Aldeias en Mocimboa da Praia
(2)
Aldeias en Lichinga
(1)
Aldeias en Tete
(1)

87 lugares que ver em Moçambique

Aldeias en Maputo
Maputo
(10)
Maputo não nos deixou indiferentes. Chegamos lá pela nossa conta e em nosso próprio carro. O tráfego, em suas largas avenidas, é denso, caótico e parece muito, muito pobre. Maputo é uma cidade que tem sofrido, mas que está mais viva do que nunca. Com um pouco de respeito descemos do carro à procura de um posto de informação turística. Foi trabalho em vão. Chegamos até um edifício do governo em estado muito precário com barreiras de segurança em cada andar, onde não puderam nos informar. Fomos a um dos hotéis "chiques" onde havia uma agência. Localizado no topo da cidade, ali o panorama mudou radicalmente. Nele, você se sente mais seguro, mas também menos interessado. Comemos um delicioso café da manhã português num barzinho junto do mar, onde pudemos absorver a atmosfera tranquila decadente do seu porto. Maputo foi apenas o começo de uma jornada de aventuras através de Moçambique. Vimos muita miséria, mas também uma cidade ansiosa por deixar atrás um passado recente difícil e ensanguentado. Altamente recomendado.
Ilhas en Ilha de Moçambique
Mozambique Island
(5)
Ilha de Moçambique é uma ilha mágica. É um daqueles lugares que rouba o seu coração. A partir do momento em que você apanhar a ponte para chegar, você percebe do que eu estou a falar e não vai ficar indiferente. Impressionou-me tanto que decidi ir morar para lá. Há uma página no Facebook onde você pode ver fotos e mais informações sobre a ilha: Eles chamam Ilha de Moçambique. Espero ver-te aqui algum dia. Não vai esquecer a experiência, como eu nâo esqueci e vim para cà morar.
Mercados en Maputo
Mercado do Peixe, Maputo
(7)
MAPUTO: Capital de Moçambique, um lugar pouco seguro, já que pessoalmente fui assaltado pela polícia militar do país, por isso cuidado com eles, vão tirar-vos todo o dinheiro que puderem... Para além disso, é de pouco interesse para os turistas. O único lugar, isso sim, fenomenal, é o mercado de peixe no porto de maputo. Por 10 euros podem comer uma mariscada das boas! Inhambe, esta península a 700km da capital, Maputo. TOFO é um pedaço de paraíso para nos desligarmos de tudo, fazer safaris no oceano; eu adorei ver tubarões-baleia a um metro de mim, nadar com eles... Ver baleias e fazer um turismo de mochileiro autêntico e genial.
Baías en Inhambane
Tofo bay
(4)
É um lugar onde você pode mergulhar com tubarões-baleia, uma experiência incrível e com praias intermináveis. Você pode comprar lagostas dos pescadores, que as cozinham Casabarry. Se você se levanta cedo, pode ver como as baleias chocam suas caudas contra o mar desde o terraço do restaurante.
Estações de Comboio en Maputo
Maputo railway station
(4)
Maputo é uma surpresa a cada passo com sua arquitetura misturada. Rodeada por grandes edifícios racionalistas, em pleno coração de Baixa, está a estação de trens, conhecida como uma das mais bonitas do mundo. A estação foi desenhada por Eiffel em 1910, e basta entrar para se sentir em outro planeta. Desde o elegante prédio principal, se chega a duas plataformas cobertas por um telhado de ferro cheio de enfeites e sustentado por bonitas colunas e vigas decoradas. Aqui e lá se notam detalhes de outra época: relógios de parede, grandes ventiladores de teto, azulejos portugueses belíssimos, portas de madeira esculpidas, bancos de ferro, sinos grandes... E como se não bastasse tudo isso, guardam nas ruas antigas locomotivas de vapor. Os trens, com nomes de companhias tão sugestivos como "Botswana Railways", nos fazem pensar em viagens através da já remota África colonial. Cheia de magia, romance e melancolia, a estação de Maputo apaixona. Por sorte, hoje um de seus velhos escritórios foi reformado. Em um deles funciona um Centro de Arte e Cultura, em outro o Kampfumo Bistró, um bar-restaurante inevitável.
De interesse cultural en Maputo
Maputo and its Rationalist Architecture
(3)
Socialismo na áfrica Como eu disse, Maputo surpreende com sua arquitetura racionalista, ou brutalista. Esta arquitetura imponente é produto da etapa que seguiu à independência de Moçambique de Portugal. Foi o que aconteceu em 1975, quando o país tornou-se a República de Moçambique. O partido FRELIMO, que chegou ao poder com o apoio da União Soviética e de Cuba, é por isso que as construções colossais lembram a esses 2 países e que alguns a chamam de "Havana Socialista". Como enormes gaiolas de concreto, praticamente sem decoração e com uma beleza estranha, estes edifícios da era socialista são testemunhas silenciosas da história recente de Moçambique.
Aeroportos en Maputo
Maputo international airport
(3)
Dificil aterrissagem Prepare-se: chegar à Maputo é uma experiência incrível, embora possivelmente as cosas melhoram um pouco quando se abre o novo prédio do aeroporto, que já está terminado mas não está habilitado. Então, quando você sai do avião não vai para a terminal moderna que vê desde longe, mas te levam a outra completamente estragado. Primeira dica: não tente tirar fotos. Amante da fotografia como eu sou, eu levei a minha câmera dentro do prédio e quase foi presa. Segunda dica: se você não tirou seu visado no seu país é bom manter toda a papelada na mão e correr para começar o processo, porque si não você vai ficar lá 2 horas. Terceira dica: se você viaja desde Moçambique ir para outro país e voltar novamente, obter o visto em seu país,pois a que te dão no aeroporto custa 82 USS e serve para uma única entrada.
Praias en Inhaca
Estrecho de Inhaca, Machangulo
(2)
15 Minutos a pé da praia de Nhoguane para o estreito que separa a ilha da Inhaca de Machangulo, paisagem marítima muda completamente. Volta são os manguezais, a serenidade e o abrigo da Baía de Santa Maria. De repente Oceano Índico franco vento sopra e ondas colossais luta para introduzir a baía. O braço de mar que separa a Península de Inhaca é muito estreito e da costa que você pode ver o incrível turbilhões espuma arrasta. Este site é famoso entre os amantes da pesca, que vêm aqui para pescar tubarões. O estreito de Inhaca não é um muito aconselhável para banhar o local. É para relaxar deitado sobre a areia branca e observar a força e a beleza do Oceano Índico.
Aeroportos en Vilanculos
Vilanculos
(3)
Vilanculos: Um paraíso no Oceano Índicio Possivelmente um dos melhores lugares onde já estivemos, , a atmosfera é muito tranquila e é um lugar onde dá vontade de ficar e se perder, não evoltar para casa.Todas as atividades são feitas na água, kite-surf, pesca, mergulho com garrafa, snorkel, mergulhar com tubarões-baleia e desfrutar das ilhas tem oposto ao que mais incrível.Sem dúvida vou voltar para Vilanculos para passar muito mais tempo lá.
De interesse cultural en Maputo
Post Office Building
Lembranças do Passado Entre a arquitetura heterogênea de Maputo destacam alguns edifícios que te levam ao passado. Um deles é o Edifício dos Correios, na avenida 25 de Setembro, que leva até à Baixa, ao Mercado Central e à estação ferroviária. Esta jóia arquitetônica tem 60 anos, embora pareça ter muitos mais. Mistura de estilos Português e Inglês e, felizmente, muito bem conservado, preserva detalhes preciosos como os pisos em xadrez preto e branco, alto balcões de madeira e candeeiros de ferro. O local, pintado de amarelo por fora e toques de vermelho fúria por dentro. Um show!
Praias en Machangulo
Nhonguane Lodge Beach
(1)
A poucos minutos da vila de Santa Maria se encontra uma praia de areia dourada salpicada de manguezais de frente para a Ilha de Inhaca. A praia, que tem o nome de uns chalés que estão na costa -Nhonguane-, é linda e ideal para tomar banho, já que está baixo o fluxo da baía de Santa María e suas águas são tranquilas. Apesar da praia ser completamente rústica e não contar com nenhum serviço, você pode comprar bebidas e alguma coisa para comer em um quiosco escondido entre as árvores. O chalé, geralmente ocupado por africanos do sul apaixonados pela pesca, é um dos melhores da região.
De interesse cultural en Maputo
Maputo Billiards
(2)
Mundo de homens Maputo nos dá lugares fascinantes que nos paroximam as pessoas comuns e anônimas que moram lá. Eu li em algum lugar que a cidade é perigosa, se serve a minha experiência, eu conto que me perdi e estava sozinha pelas ruas por vários dias e me senti muito confortável e segura. Entre os lugares que eu mais gosto estão os bilhares. Sempre meio escondidos, pequenos e lotados de homens silenciosos, para entrar tem que pedir permissão. Eu fiz isso com grande respeito e meu melhor sorriso me deixou tirar fotos à vontade. Maputo me fez lembrar de lugares que eu já vi na Jamaica, República Dominicana e Cuba. São escandalosamente coloridos e o reggae toca constantemente. Contra os laranjas, verdes, vermelhos e amarelos, destacam as peles ébano dos homens, transformando a aventura em uma inigualável experiência fotográfica. Um dos bilhares que eu pude passear livremente é o próximo ao Mercado do Peixe.
Praias en Machangulo
Praias de Machangulo
Banhada pelo Oceano Índico, totalmente intocada e desolado, os 22 quilômetros de litoral Machangulo é um paraíso para corresponder. Como comentei, a península tem as dunas maritimas mais altas do mundo. Estas ocorrem desde o início do Machangulo até a sua ponta mais estreita e protegen uma costa idílica. Nas praias de Machangulo você pode andar por horas em completa solidão. Podemos encontrar alguns ricos proprietários de umas das casas sobre o mar, ou nativos, que percorrem a praia à procura de caranguejos. A costa, no entanto, é cheia de vida. A partir de novembro chegam a desovar na praia grandes tartarugas cabeçuda e tartarugas Couro é comum ver enormes baleias saltando não muito longe da arrebentaçao das ondas. Areia dourada, mar selvagem, Machangulo é um desses cantos do mundo onde a natureza é mostrada em toda sua glória.
Aldeias en Machangulo
Santa María
Santa Maria está situada em uma baía idílica na ponta noroeste de Machangulo, em frente à ilha de Inhaca. A maior aldeia da península tem cerca de 400 habitantes, que vivem na aldeia e nos arredores. O lugar é muito humilde, a maioria das casas são construídas de uma forma muito precária com madeira e cânhamo, e não há ruas, pois ninguém tem carro. Apenas a escola e o hospital (bem novos e modernos) são construídos com tijolos. Há dois galpões e um mercado ao ar livre onde as mulheres vendem alguns produtos de seus hortos. Há tranquilidade impressionante no lugar. Mulheres, cercadas por crianças, ficam sentadas no chão e os homens matam o tempo ouvindo música e bebendo no bar onde é servido álcool. A única atividade visível acontece na baía. As crianças (a vila é cheia de belas crianças que gostam de posar para as fotos), brincam no cais, grandes barcos coloridos com velas caranguejas vão e vem de Maputo carregados de mercadorias. Apesar do charme do lugar, em Santa Maria não há lugares para se hospedar. Algumas lojas freqüentadas por sul-africanos amantes de pescarias ficam sobre o mar, fora da aldeia.
De interesse cultural en Machangulo
Machangulo Fishermen
A pesca tem sido o sustento dos habitantes da Península de Machangulo durante séculos. Apesar das mudanças trazidas com a modernidade, aqui, nada mudou e os pescadores continuam usando as mesmas técnicas de pesca dos seus antepassados. Em pesadas barcas coloridas, com suas velas muito aparadas, os homens saem em grupos de três ou quatro, apenas empurrado pelo vento. Ver as barcas navegando pela baía de Santa Maria é um belo show. Como não são impulsionados por um motor, eles fazem largas bordas com suas velas inchadas e parecem que dançam lentamente.
Igrejas en Machangulo
Machangulo chapels
(1)
Neste paraíso distante chamado Machangulo moçambicano convivem, uma natureza transbordante, e a pobreza de seus habitantes. Santa Maria é a única cidade na península e no resto dos indígenas que vivem em aldeias dispersas constituídas por algumas cabanas sem água corrente ou eletricidade. Andando pela floresta são poucos os sinais de vida humana. Às vezes as mulheres estão queimando vegetação para plantar uma horta, ou em algum cruzamento aparece uma tendinha, fechada e trancada, construída na louca esperança de que alguém viesse lá e comprar alguma coisa. Em meio à solidão e ao silêncio é realmente cativante descobrir uma capela humilde. Os nativos professam o animismo, mas de alguma forma compartido com o cristianismo. Estas pequenas igrejas, usadas somente quando um padre vai visitar a área, são muito visíveis e altas, cercadas por grama. São construções de palha e madeira, tem um chão de terra e bancos feitos de troncos, sem janelas ou portas. Nem têm ornamentos, nem imagens, nem mesmo uma cruz. Ainda assim, são extremamente sugestivas.
Ilhas en Islas Quirimbas
Ibo island
(2)
Desconhecido (até para o "Dios Google" arquipélago das Quirimbas", é um conjunto de cerca de 36 ilhas ao norte da costa de Moçambique. IBO é um dos "Portões de acesso" para as ilhas, embora não o mais famoso ou o mais lotado, então eu fui. "Há muito tempo ele passou o tempo de esplendor da ilha. Um par de grandes avenidas de areia entre decadentes mansões cobertos de musgo, muitos totalmente abandonado, algumas restauradas para edifícios oficiais e um par de "resorts" (necessidade de compreender o conceito de resort têm aqui). Todo aquele Porto-playa on-line. No interior, as mansões, tornam-se casas baixas e, depois do mercado, que é uma pequena lojinha em uma dessas casas, quase todos já são cabanas, para o outro lado da ilha.No noroeste é a fortaleza de São João. Em forma de estrela e, como eu disse, agora os ourives usá-lo para fabricar e vender suas jóias. Nas proximidades, ao norte, há uma estrela pintada no chão, cimento para que alguns muçulmanos vêm para orar, especialmente logo de manhã.Da fortaleza tomou a estrada em direção à porta de barcaças por andar bonito, arborizado e leva para o minifaro. Um pouco mais, lá é um bar-restaurante, de quem só assinar com vista para o mar, então do chão ou todo você está lá, se alguém lhe disser. Dispõe de uma piscina de mesa, de 22:00 h. Eles colocaram o transformador para dar luz e música, mas só na sexta-feira, sábado, feriados e no dia anterior.Então um pequeno, mas arranjado parque, leva direto para o forte de San José. Volta, Igreja mofada, com seu sinal de "nós está restaurando". Entre a Igreja e a nova escola de carpintaria é a entrada"oficial" para o porto de barcaças. Desde o contínuo da escola um vir ladeado por vários edifícios, até uma praça onde, literalmente, a "civilização" é concluída. É possível ser assaltado por um macaco, cabra, vaca...A propósito, um vendedor de jóias tenta colocar seus artigos, um garoto tentando agir como guia. Um casal de jovens têm experimentado, e para dizer que não preciso de um guia, um deles queria me enganar, me dizendo o que eu estava olhando na direção oposta. Mas, para seu azar, quando perguntei a que eles responderam em uníssono, em direções opostas, os dois então pode não confiar em qualquer um dos dois e pedi outra criança que eu disse bem.Acho que gastei tempo mercado cerca de três vezes e, claro, é que eu estava procurando um mercado como que eles vêm assistindo até agora, também, um gabinete, dentro de mais ou menos, que as várias posições são distribuídos tipo mercado de pulgas, mas não, uma pequena loja, nenhum cartaz ou faixa que você faz lá aqui é, como eu digo, suspeito está vendendo alguma coisa", mas depois vendi quase tudo."A rota exata do city tour, você pode ver em: Http://es.Wikiloc.Com/wikiloc/view.Do?Id=301470Se pode ser atingido por avião de Pemba por uns US$ 200. Cheguei por terra: primeiro um folheado (camioncillo "adaptado" para levar a passagem) da Tanzânia 8 horas, Pemba, Tandanhangue, 150Meticais (4'55 €), e então um down (espécie de veleiro rústico com motorcillo, vamos uma patera) Tandanhangue até Ibo, cerca de uma hora, depende do clima; com motor, €40 M (1'21) que é o que eles pagam os locais (cuidados que tentam enganar-nos de longe, eu vim pedir para 200M). Vela é mais barata e multiplica o tempo claro.Você pode ler mais sobre Ibo em: Http://www.Dondeestayola.Com/search/label/MozambiquePD: os vídeos (se você pode pegá-los) são inéditos, porque carreguei meu software em questão, a propósito, e eu não posso editá-los, então há que totalmente "Virgem".
Baías en Machangulo
Machangulo peninsula
Do outro lado da baía de Maputo-entrada que protege a capital de Moçambique, no Oceano Índico, encontra-se a península de Machangulo, uma faixa de terra pouco habitada, com dunas altas, espectaculares lagoas interiores, animais selvagens e nada menos de vinte e dois quilometros de litoral no oceano. Por várias razões Machangulo permaneceu intacto e perdido no tempo. Um desses motivos é a sua inacessibilidade de Maputo. Embora as distâncias serem um pouco curtas,a terra reivindica quase seis horas de viagem, a parte final è através da espetacular Reserva de Elefantes de Maputo. Outra opção é atravessar a baía de barco até a vila de Santa Maria, a principal cidade da península, mas este é melhor ser feito por avião, o que leva cerca de vinte minutos. A península é pouco habitada. Os nativos vivem em pequenas aldeias construídas de esparto e madeira e sobrevivem da pesca e do que produzem nos seus jardins. A maioria não fala Português, mas falam Ronga e Changana. Este paraíso escondido é apenas uma pista principal rústica e alguns que se cruzam, portanto, a única maneira de movê-lo para um SUV. O interior da península, é coberto com uma floresta baixa, o que dá lugar a dunas espetaculares como alguém se aproxima da costa do Oceano Índico. Do outro lado das dunas é uma praia infinita de areia dourada lindissima, possivelmente a coisa mais incrível que eu já vi.eu recomendo positivamente que vizitem o local, apesar de ser pequeno è magnifico e decerteza que vâo com muito boas recordaçôes para casa.