MINUBE
Continuar na app
Abrir
Aonde queres ir?
Gostas de Síria ?
Partilha com todo mundo
Entrar com Google +

Restaurantes em Síria

23 colaboradores

10 lugares onde comer em Síria

Restaurantes en Hajin
Jantar beduíno no deserto
(5)
A refeição típica beduína é composta, pelo geral, por um arroz muito picante e com frutos secos, hummus (pasta de grão-de-bico), creme de queijo de cabra, chá muito doce, pão sírio, tomate e ovos cozidos. Tudo estava espectacular! Não sei se foi pelos cozinheiros ou pelo facto de jantar numa tenda no meio do deserto, entre amigos e Beduínos muito agradáveis, mas o meu jantar no deserto de Síria foi um dos mais divertidos que recordo.
Restaurantes en Damasco
Palácio Narcissus
Em uma rua estreita de Damasco, rua sem nome, cheia de gente e velha está o Narcissus, um desses lugares que você nunca esquece na vida. O Palácio Narcissus é uma linda casa antiga do século XVIII que foi transformada em restaurante. É um autêntico centro de vida e de bate-papo em Damasco. Se você quer conhecer como eles gastam o dinheiro (ou tudo o que comem e o que conversam), tem que vir aqui. Embora, como o resto dos lugares em Damasco, seja parecer difícil de encontrá-lo, basta em perguntar a qualquer um dos amáveis sírios: todos o conhecem. Enquanto um músico toca o alaúde e a fonte fervilha, podemos provar da melhor coida síria: saladas de hortelã, hummus delicioso, berinjelas recheadas, a famosa bebida “bolo”, sola de lentilhas ou frango picante. A comida síria é saudável e deliciosa, além de ser muito barata. Você pode comer até encher (os pratos são sempre cheios) e beber dois ou três “bolos” (limonada fresca com hortelã) e tomar um café turco (fervido em um caldeirão com cardamomo), e o preço não passará de 5 ou 6 euros. Um lugar fascinante, encantador, onde as enormes famílias da Síria se reúnem todas as tardes para fazer o que eles mais gostam: conversar, comer e rir com as pessoas que amam. Imprescindível.
Restaurantes en Damasco
Beit Jabri
O Jabri está sempre cheio de jovens sírios a tomar chá, café e sumos, e a fumar narguilé (cachimbo de água). É o lugar habitual para começar a noite em Damasco (que pode ser longa) e é possível comer a sua deliciosa comida até bem depois da meia noite. Os sírios são, como os latinos, muito noctívagos, fazem muita vida quando entardece, com os seus amigos e família. A sua vida é sempre mais de portas para dentro. Isto reflecte-se nas casas (desde fora parecem minúsculas e escuras, nenhuma janela dá para o exterior), na roupa (os véus que se tiram ao entrar em casa) e no carácter (sempre acolhedores). Outro lugar magnífico onde comer e passar o tempo desfrutando do ambiente animado. O seu hummus e falafel são particularmente deliciosos (recomendo que peçam o molho que vem como acompanhamento). Neste lugar provei o melhor narguilé da minha vida...
Restaurantes en Damasco
Umayyad Palace Restaurant
Como a maioria dos lugares de Damasco, este encantador restaurante encontra-se num beco estreito sem nome, junto ao muro sul da Mesquita Omeya. Toda a sua parte inferior está decorada como a caverna de Ali Babá, muito orientado para os turistas: móveis com pérolas incrustadas, magníficos tapetes, luzes ténues... De noite costumam ter espectáculos de música e acrobacia síria. Ainda que isso possa ser muito interessante, recomendo também que subam ao piso superior, onde o restaurante tem uma esplanada fantástica. As vistas para a Mesquita Omeya são realmente espectaculares e janta-se num ambiente mais tranquilo. Um jantar abundante, com vários sumos (não servem álcool) pode sair por uns 10-12 euros. É bastante caro por se tratar de Damasco, mas vale a pena, a comida é deliciosa. Além das vistas, dos bons preços e da comida deliciosa, este restaurante conta com um serviço fantástico e uma das melhores sishas da cidade. Totalmente recomendado.
Restaurantes en Bosra
Tarajan Restaurant
Lugares para comer em Bosra são escassos e os que há, exceto o caro Bosra Cham Palace, são antros de comida que deixam muito a desejar. Emora estes restaurantes tenham uma vista excepcional sobre o teatro romano e a cidadela, a relação qualidade / preço não é boa para a qualidade que costumam ter os restaurantes sírios, mas geralmente é uma alternativa rápida que, se tem pouco tempo para visitar esta vila inesquecível, são uma opção. Dica: no Tarajan Restaurant peça frango já cortado, caso contrário, corre o risco de trazer um meio frango dentro de pão árabe!
Restaurantes en Damasco
Restaurante Ornina
O Ornina foi uma parada ao meio-dia para recuperar as energias. É muito moderno e está reformado, embora conserve o estilo de uma casa damascena típica, com seu pátio, uma fonte, escadas de acesso ao primeiro andar, onde você também pode comer ou tomar uma bebida, um chá ou fumar um narguilé. O cardápio é bastante completo, e todos são muito amáveis. Definitivamente é um ponto para descansar em uma cidade que te deixa muito confortável. Fica perto da mesquita, no bairro cristão.
Restaurantes en Damasco
Restaurante Al-Khawali
O primeiro jantar em Damasco foi nesse restaurante, o al-Khawali. É perto da rua reta (na verdade, é possível vê-lo da esquina) e por um bom preço, você pode degustar uma refeição típica da Síria, boas sobremesas e bom ambiente. Às vezes, eles dizem que há uma fila e que é adequado reservar ou ir no horário à moda espanhola (tarde), porque as horas "sírias", que são mais cedo, é mais difícil. E você não pode deixar de subir na varanda, principalmente à noite, porque você pode ver as ladeiras da cidade iluminadas e é um espetáculo.
Restaurantes en Aleppo
Cantara
El Cantara é um desses restaurantes que não costumas incluir em teu plano inicial se vais em plano mochileiro, mas é que com sua carta não to podes perder. Tomamos umas pizzas e uns platos de massa que nos fizeram desfrutar do jantar como se estivéssemos no paraíso. Muito recomendável, desde logo, mas sobretudo tranquilo e agradável para um jantar ou comida tranquila com os amigos. É muito fácil chegar. Na zona da Cidade Antiga.
Restaurantes en Damasco
Pastelarias na Síria
(2)
Damasco está cheio de padarias e pastelarias, nas quais não devemos deixar de entrar. Nelas podem comer-se desde "kibbeh" (croquetes de trigo recheados de carne), as deliciosas "borek" (massa recheada de queijo ou carne) ou simplesmente pão de sésamo. Para quem é guloso, a Síria é o lugar perfeito. Não se pode abandonar o país sem provar o "Baklava" (bolos de massa folhada recheados de pistachios, amêndoas ou castanha de cajú de diversas formas e acompanhados de chocolate, morangos, mel...). Há mil especialidades no que se refere a pastelaria e a preços muito baratos. É a prenda perfeita. É melhor não se perder nas maravilhosas caixas de madeira com doces e decoradas com pequenos mosaicos de madeira às cores... Queres dizer-lhe algo? Diga com pasteizinhos árabes! (E um bom chá preto, claro...!)
Restaurantes en Dayr az-Zawr
Restaurante Traditional Palmyra
Ambiente muito relaxante. Palmyra nao é especialmente célebre por sua oferta gastronomica.Ao ser um cidadezinha criada quase artificialmente em torno das ruinas,a oferta se reduz à restaurantes turiticos de preços mais ou menos acessiveis. A maioria dos visitantes acabam nos mesmo lugares.este é o caso do restaurante tradicional Palmyra.Um restaurante sem nada em especial exceto que dispoe de um ambiente muito relaxado,uma decoraçao agradável e um dono tagarela e encantador. Como especialidade recomendo : a sopa de lentilhas-deliciosa- e o "Mansaf" o prato de arroz beduino ( com especiarias,frutos secos...) custa 3 euros para 3 pessoas. Este restaurante dispoe de internet( é bom regatear o preço,o estandar do pais é 1 euro por hora)