Na app poderás ver muito mais, e bem mais rápido
Download
Aonde queres ir?
Gostas de Veneto ?
Partilha com todo mundo
Entrar com Google +

O que visitar em Vêneto

2.626 colaboradores

1.194 lugares que ver em Veneto

Monumentos Históricos en Veneza
Canais de Veneza
(157)
Visitar Veneza em Janeiro é para descobrir outra cidade diferente daquele que conheceu em outras ocasiões em julho ou agosto. Os turistas (inclusive eu) "quebrar" sem querer uma visão melhor dos sites.Se no verão a cidade abunda de animação, no inverno tem um toque romântico que faz com que eu gosto ainda mais, se possível. Passeie os becos que não alcançar a maré humana, descobrir um nicho com uma imagem, uma passagem sob um prédio ou um pátio escondido, despertar sensações minha alma como aventureiro que faz com que enquanto a maioria das visitas de Veneza, você gosta de mim.Além disso, você pode sair das rotas convencionais e misturam-se com os habitantes da cidade para bebidas em lugares como "Al diavolo com l'aquasanta" ou "A taberna mori". Você pode fazer suas compras sem tensão, visitar museus ou palácios relaxado e download ou upload dos vaporettos sem pressa. Uma verdadeira alegria.
Praças en Veneza
Praça de São Marcos
(172)
A Praça de São Marcos em Veneza é um ponto bem central e de referência para se conhecer a cidade. Além de ser o lugar mais bonito é ali que estão vários outros atrativos, como a Basílica, a Torre do Relógio, o Campanário, a Biblioteca e o antigo Palácio dos Doges. Nesta praça também estão os cafés mais antigos e mais charmosos da Itália, claro que você vai pagar caro por eles, mas vale a pena. Em algumas épocas do ano a praça fica coberta de água, mas é possível andar por tábuas que são colocadas. A praça também tem uma vista para o Canal Grande, onde dois pilares servem como portal para a cidade, com estátuas de São Teodoro e do Leão Alado, simbolo de Veneza. Dali você também pode pegar uma gôndola e conhecer a cidade pelos pequenos canais. para saber mais acesse o blog: www.aquelelugar.com.br
De interesse turístico en Veneza
Grande Canal de Veneza
(102)
Minha sorte era estar acompanhado. Ir à Veneza sem alguém para dividir o som do acordeon e as taças de vinho tinto à noite é um crime imperdoável. Caminhar de mãos dadas por suas ruelas estreitas cercadas por máscaras de carnaval, trattorias e gelatos é extremamente perigoso caso se apaixonar não seja a intenção. O Grande Canal com suas gôndolas que deslizam sob a água captam o olhar e cria uma atmosfera que dificilmente será esquecida pelo resto da vida.
Pontes en Veneza
Ponte de Rialto
(111)
É difícil resumir Veneza numa única foto, mas acho que esta o consegue. Gôndolas, a vida do grande canal desde um lugar emblemático e que, para além disso, mostra a arquitectura da cidade num dia de boa luminosidade. Uma cidade que, apesar da afluência de público, é imperdível pois é um verdadeiro museu que mistura as culturas ocidentais com as orientais.
Ruas en Veneza
Ruas de Veneza
(85)
As ruas de Veneza são tão encantadoras que é difícil descrevê-las por palavras. Para começar, o que choca, logicamente, é que não são ruas normais, com estradas e carros ali pelo meio. Aqui, como já sabem, o que há são canais, água e barcos. Um ambiente único que nos convida a perdermo-nos por alo. Na verdade, o que gosto mais de Veneza é isso. Perdermo-nos sem saber onde vamos. Entrar em ruas desconhecidas que terminam num canal, cair num labirinto que irá chegar sabe-se lá onde, e desfrutar da noite de Veneza com o seu mistério e beleza. Um lugar espectacular que não tem igual, e que temos de conhecer.
Ilhas en Veneza
Burano
(59)
Estas belas casas de pescadores dão um charme especial a esta ilha. Seus belos lugares estão cheios de colorido e é muito agradáveis para um passeio pelas suas ruas. Encontraras ruas com canais Central, casas cujas fachadas foram pintadas com cores muito vivas, tudo cuidadosamente.Sua principal rua, a Via Baldassare Galuppi é que a maioria dos turistas ambiente tem. Nas proximidades está o Museu de rendas, no século XVI deu fama em toda a Europa a Burano como um centro de produção de renda.Atualmente, possui mais de 3.000 habitantes, embora tenho 8.000. Todos os pecadores que construíram suas casas simples e claras sobre palafitas, estacas de madeira, permitindo desta forma resolver as casas sobre a lagoa.
Monumentos Históricos en Veneza
Ponte dos Suspiros
(78)
A Ponte dei Sospiri ou Ponte dos Suspiros é uma das maiores imagens de marca de Veneza. É uma estrutura barroca do século XVII que dá acesso às prisões do Palácio dos Doges. Diz a lenda que os condenados suspiravam ao verem pela última vez o céu e o mar. A maioria das voltas de gondola iniciam-se pelo canal debaixo desta ponte.
Monumentos Históricos en Verona
Arena de Verona
(60)
A Arena de Verona, uma grande edificiação no centro histórico de Verona, é um anfiteatro romano . Durante o Verão a Arena é utilizada para um festival lírico, cuja cenografia gigantesca exposta do lado de fora da Arena me impediu de tirar uma foto que mostrasse uma visão mais ampla da Arena. Também é constantemente utilizada para shows e espetáculos. O ingresso para visitar o interior da Arena custa € 6,00 e a vista vale à pena, apesar dos degraus muito estreitos. Sugiro usar o corrimão, onde houver. A Arena abrigou lutas entre gladiadores, foi usada para trabalhar o mármore, para queimar 200 hereges em 1278, habitação de prostitutas de 1276 a 1310, palco da festa de 25 dias pelo matrimónio de Antonio della Scalla com Samaritana da Polenta, foi fechada, reaberta com jogos medievais e caça ao touro. Enfim, parece que o anfiteatro jamais deixou de ser utilizado, exceto por um breve período. Dizem, contudo, que as prostitutas nunca abandonaram a Arena. Dizem.
Igrejas en Veneza
Basílica de São Marcos
(57)
Na minha opinião, é a igreja mais importante da cidade de Veneza, sendo mundialmente conhecida, e também a melhor representação da arte bizantina no norte de Itália. Foi criada no ano 828 sob o pretexto de ser o Panteão do apóstolo S. Marcos. Tem um andar de cruz grega e compõe-se por cinco cúpulas no arco cruzeiro. Foi reconstruida no século XI. Ainda que inicialmente fosse uma igreja austera, foi-se enchendo de docorações excessivas pelas múltiplas doações que recebe.
Festas en Veneza
Carnaval de Veneza
(38)
Chegamos a Veneza no último dia de Carnaval. Não participamos do tradicional carnaval nos salões de Veneza, brincamos na rua mesmo. Durante a manhã tudo parecia calmo, mas a tarde as ruas começaram a ficar agitadas. Faz muito frio nesta época do ano, então nos agasalhamos bem e fomos para a rua. Andando pelas vielas de Veneza, ainda à tarde, encontramos algumas pessoas fantasiadas, começando a se reunir. Fomos para a Piazza San Marco, onde a festa é mais agitada. Lá estava tudo enfeitado, com palco para música ao vivo e muitas pessoas já estavam lá devidamente fantasiadas. Mas o melhor mesmo é depois que o sol se vai, aí sim a praça fica cheia. Algumas pessoas usam apenas uma pequena máscara tradicional de Veneza, outras pessoas capricham muito no tradicional ou usando a criatividade nas fantasias. Encontramos pessoas vestidas de Star Wars Commanders (dançando o tempo todo como robôs), Dartanhan (outros mosqueteiros) e grupos vestidos de cartas de baralho. Mas o destaque mesmo são as tradicionais e elegantes roupas de gala venezianas... Alguns até acham suas Colombinas, e algumas Colombinas acham seus Pierrots ou Arlequins. A festa é muito animada, com brincadeiras e muitas risadas, mas o principal mesmo é fazer parte do carnaval de Veneza, viver a experiência, mesmo que não seja num palácio tradicional.
Miradores en Veneza
Campanário de São Marcos
(25)
A Campanile é uma torre de vigia situada na Praça de São Marcos em Veneza. As vistas sobre a cidade a quase 100 metros de altura são deslumbrantes. Para evitar as enormes filas durante fui ao final da tarde e além de ter subido sem fila ainda tive direito a pôr do sol. Dá para ter uma ideia da dimensão da cidade. Magnífico, a não perder. A Campanile foi reconstruída após ter ruído em 1902.
Palácios en Veneza
Palácio Ducal
(48)
O Palácio dos Doges é uma combinação perfeita da arquitetura bizantina, gótica e renascentista. O Palácio dos Doges (ou Ducal) foi a residência oficial de 120 doges que governaram Veneza de 697 a 1797. Destaco a fachada e todo o enquadramento na Praça de São Marcos.
Igrejas en Veneza
Basílica de Santa Maria della Salute
(21)
Maravilhosa por dentro e por fora!
Lagos en Garda
Lago de Garda
(11)
Sirmione esta localizada ao Norte da Itália, na província de Bréscia bem próxima a Milão e no meio do caminho até Verona. Possui uma boa localização para quem quer visitar as demais cidades que fazem parte do Lago di Garda, sendo o Lago di Garda o maior lago da Itália. Sirmione é uma daquelas cidades encantadoras e cheia de charme onde no centro histórico há um castelo fortificado - o "Castelo Scaligero", com estilo medieval. É possível visitar o castelo e do alto é possível vê-lo todo cercado pelas águas do lago. Ao passar pelo castelo, o centro histórico é de paralelepípedo com restaurantes, sorveterias, hotéis onde transitam poucos carros, as pessoas andam de bicicletas ou caminham. Na época da primavera e verão a cidade é toda colorida pelas flores. Em Sirmione há uma área arqueológica - "Grotte di Catullo": além da área arqueológica há bastante árvores, bancos para sentar e apreciar a bela paisagem do lago. Há passeios de todos tipos de barcos pelo lago ou até outras cidades costeiras que fazem parte da região do Lago di Garda. Após passar o castelo, próxima à igreja "S. Anna" há uma pequena praia, e a partir dali há um caminho, chamado "“Passeggiata delle muse", sendo possível passear beirando o lago ou subir em lugares um pouco mais alto para ver o lago de outra forma. Sirmione é uma daquelas cidades pequenas: com castelo, parques, sitios arqueológicos, bons restaurantes, sorveteria, lojas, ruas de paralelipípedos e estreitas, caminhos beirando o lago mas que sempre pede para ficarmos mais tempo e aproveitar o local.
Monumentos Históricos en Verona
Casa de Julieta
(57)
O local é realmente cinematográfico. É um dos melhores pontos turísticos no mês de junho principalmente, que é o mês dos namorados. Muito recomendável.
Mercados en Veneza
Mercado de Rialto
(21)
Este local comercial continua tão movimentado como antigamente. Há registos de mercados neste mesmo local desde o século XI. As frutas e os legumes frescos são uma constante no Rialto. Destaque para a Pescheria onde é possível encontrar-se todo o tipo de peixe fresco. Das vezes que lá fui e com muito calor, não resisti a um copo de fruta para me refrescar, seja ananás, manga ou melancia.
Ilhas en Murano
Murano
(8)
Murano é a ilha veneziana onde se fabrica o famoso vidro. Murano desenvolveu técnicas de sopro e de fusão no século XVI e os segredos do comércio eram tão bem guardados que os artesãos mais capacitados se emigrassem eram condenados à morte. O monopólio do vidro de Veneza durou apenas até ao século XVII embora a fama continue. A não perder em Murano é o fabuloso Museu do Vidro.
Praças en Verona
Praça delle Erbe
(32)
O coração de Verona A linda cidade de Verona tem uma muito interessante praça central, conhecida como a Piazza delle Erbe. Já no tempo dos romanos, esta praça era como o centro nervoso da cidade, sendo o mesmo fórum. Atualmente, é o melhor lugar possível para fazer uma turnê por Verona. Na parte norte da praça está a Torre dei Lamberti, o prédio mais antigo da área histórica e oferece vistas espectaculares de Verona. Na parte central da praça se pode vê o imponente Leão de São Marcos, um lembrete de que estamos a pouca distância da antiga poderosa república de Veneza. Também destaca a bela fonte central, a Madonna Verona. Monumentos por um lado, o melhor da Piazza delle Erbe é a vida intensa que pode perceber nela, não importa que seja de dia ou noite, há sempre esta animação nesta praça grande e permite conhecer um pouco mais realmente pulso da cidade .