Na app poderás ver muito mais, e bem mais rápido
Download
Aonde queres ir?
Gostas de Itália ?
Partilha com todo mundo
Entrar com Google +

Circuito Ciclismo em Itália

Abadias em Itália Aeroportos em Itália Aldeias em Itália Áreas de Lazer em Itália Baías em Itália Bairros em Itália Balneários em Itália Banhos Turcos em Itália Bares em Itália Bodegas em Itália Bosques em Itália Bowling em Itália Cabarets em Itália Caminhadas em Itália Campos de Golf em Itália Casinos em Itália Castelos em Itália Cataratas em Itália Catedrais em Itália Cavernas em Itália Cemitérios em Itália Centros Comerciais em Itália Centros de Estética em Itália Centros de Salud em Itália Cidades em Itália Cinemas em Itália Circuito Ciclismo em Itália Competições Desportivas em Itália Concertos em Itália De interesse cultural em Itália De interesse desportivo em Itália De interesse turístico em Itália Discotecas em Itália Embaixadas em Itália Enseadas em Itália Equestre em Itália Escalada em Itália Espectáculos em Itália Esqui em Itália Estações de Autocarros em Itália Estações de Comboio em Itália Estádios em Itália Estátuas em Itália Estradas em Itália Exposições em Itália Falésias em Itália Feiras em Itália Festas em Itália Fortalezas em Itália Ginásios em Itália Hospitais em Itália Igrejas em Itália Ilhas em Itália Informação Turística em Itália Jardins em Itália Lagoas em Itália Lagos em Itália Lojas em Itália Mercados em Itália Miradores em Itália Montanhas em Itália Monumentos Históricos em Itália Municípios em Itália Museus em Itália Musicais em Itália Palácios em Itália Pântanos em Itália Pára-quedismo em Itália Parques Aquáticos em Itália Parques Temáticos em Itália Parques de Diversão em Itália Pátios em Itália Pontes em Itália Portos em Itália Praças em Itália Praias em Itália Pueblos de vacaciones em Itália Racetracks em Itália Rafting em Itália Reservas Naturais em Itália Rios em Itália Ruas em Itália Ruínas em Itália Salas de Concertos em Itália Selva em Itália Sinagogas em Itália Sítios arqueológicos em Itália Sítios insólitos em Itália Spa em Itália Teatros em Itália Templos em Itália Universidades em Itália Vales em Itália Vulcões em Itália Zonas de Compras em Itália Zonas para sair em Itália Zoos em Itália

35 circuito ciclismo em Itália

Circuito Ciclismo en Roma
Circuito Ciclismo en Cremona
Ciclovias de Cremona
A bicicleta é um meio de locomoção muito prático, pois permite conhecer lugares e paisagens às vezes inacessíveis com outros meios. Além disso, não polui, é silenciosa (às vezes) e permite longos passeios com pouco esforço. É possível conhecer boa parte da Europa pedalando uma bicicleta. A Itália não é exceção. A zona entre Piacenza e Cremona é ideal para longos passeios em bicicleta e alguns circuitos facilitam o deslocamento em duas rodas. Existe, por exemplo, o itinerário do Parque do Po e do Morbasso, com um circuito de 12 quilómetros planos em meio ao verde, à beira do rio Po. O percurso inicia-se em Cremona, no Largo Marinai d’Italia e prossegue às Colonie Padane até atingir a Strada Alzaia del Po. Diversos são os pontos panorâmicos, com atracões naturais, arquitectónicas e históricas. Mesmo em um dia de Inverno, quando a temperatura subir além do zero grau, é possível passear – sem pressa – pelo circuito. Companhia não vai faltar. Caso o ciclista chegue em Cremona de Piacenza, após atravessar a ponte de ferro que separa as duas províncias – e a região da Emilia-Romagna da região da Lombardia – com uma agradável travessia sobre o rio Po, basta virar à direita logo após a ponte e seguir pela beira do rio. Bom passeio!
Circuito Ciclismo en Milão
Circuito Ciclismo en Trento
Circuito Ciclismo en Milão
(3)
Circuito Ciclismo en Carrara
Giro D'Italia
No início, o jornal esportivo italiano “La Gazzetta Dello Sport” era impresso em papel jornal verde, como muitos outros. Mas o excesso de papel rosa fez o produtor baixar tanto o preço que o jornal mudou de cor. O jornal permanece rosa até hoje. Todos os anos, mais ou menos no meio da Primavera, acontece o Giro D’Italia, o evento ciclístico mais importante do país. Este ano o Giro começou logo no início da estação e tenho a impressão que os atletas sofrem um pouco com o frio. Pela segunda vez, o Giro começou na Holanda, nesta que é a 93ª edição. Para quem gosta de ciclismo, acompanhar o Giro é apenas o começo da temporada das grandes competições europeias. Mesmo a quem é indiferente ao esporte, o Giro acaba deixando alguma impressão. Impossível não vibrar com uma prova a cronômetro ou com as grandes “escaladas” nas montanhas mais íngremes. E torcer para que ninguém se machuque nas descidas. A primeira etapa foi uma prova de cronômetro individual (há provas de cronômetro por equipes) pelas ruas de Amsterdam, num percurso de 8,4 km, sábado 8 de Maio. No domingo, um outro percurso holandês, de 210 km. Segunda-feira, 10 de Maio, o Giro descansou e se transferiu à Itália. A partir de terça-feira passou a percorrer o país de norte a sul, com provas de velocidade e de resistência, subindo e descendo montanhas. A última etapa, a 21ª, será uma prova de cronômetro na cidade de Verona, domingo, 30 de Maio, onde nem todos que largaram em Amsterdam conseguirão chegar. A Itália sempre contou com grandes nomes e a paixão pelo ciclismo é intensa, sendo o segundo esporte nacional, depois do futebol. A única nota negativa são os casos de doping que todos os anos ameaçam a estrutura das equipes. De resto, é uma festa, na qual os moradores das cidades por onde passa o Giro participam de modo tão entusiasmante que às vezes chegam a atrapalhar os corredores. A etapa deste sábado, 15 de Maio, foi um percurso entre Carrara, na província de Massa e Carrara e Montalcino (terra de ótimo vinho) na província de Siena. A partir da metade da corrida a chuva resolveu dificultar ainda mais o percurso, com trechos em ruas de terra. Frio, neblina, chuva, lama e quedas acabaram por mudar a ordem dos protagonistas, mas isso é o Giro D’Italia. Para os que apreciam o esporte de uma maneira geral, como eu, acompanhar o Giro D’Italia é um belo aquecimento para a Copa do Mundo de Futebol. Ah!, e que diabos tem a ver a cor do jornal com o Giro? Bom, “La Gazzetta Dello Sport” é quem promove o evento, desde sempre. E é por isso que o vencedor recebe a camiseta rosa (maglia rosa) para se diferenciar dos outros competidores.
Circuito Ciclismo en Piacenza
De bicicleta em Piacenza
(1)
Piacenza é uma cidade plana, o que permite a locomoção em bicicleta sem muito esforço. Além disso, com a falta de estacionamento suficiente para atender toda a população, muita gente prefere ter uma bicicleta e viajar de trem. As bicicletas na cidade são muitas. Pelo menos uma para cada habitante – sim, algumas pessoas têm mais de uma bicicleta: Uma “city bike” e outra esportiva. Mas o visitante pode alugar uma bicicleta e rodar o centro da cidade sem se cansar. Basta inscrever-se no ponto de informações turísticas na Piazza Cavalli, no centro da cidade, ou na Prefeitura, na Via Beverora. Paga-se uma taxa simbólica de € 5,00 que deve ser renovada anualmente e recebe-se em troca a chave do cadeado de uma bicicleta no ponto mais próximo de casa, ou do hotel em que se está hospedado. Há alguns anos a atual administração municipal vem investindo em ciclovias e em uma viabilidade que privilegie o trânsito de bicicletas. No centro histórico é permitido o trânsito de bicicletas na contra mão nas ruas de mão única. Na prática, os motoristas é que devem prestar atenção com os ciclistas, e não o contrário. Mas, atenção: Na Via XX Settembre, no meio de manifestações e nas feiras livres as bicicletas devem ser conduzidas à mão. Além de multa, em caso de desobediência a essas poucas regras, o ciclista pode perder pontos na habilitação para automóveis (o sistema italiano prevê um sistema a pontos que vai diminuindo à medida que o motorista comete alguma infração. Caso a pontuação tenha sido exaurida, a habilitação é suspensa até um novo curso e respectivo exame). Em algumas ruas do centro não existe uma verdadeira ciclovia, mas “pistas de cortesia”, que são faixas vermelhas pintadas sobre o asfalto e separadas do espaço destinado aos veículos automotores por faixas amarelas. Em alguns casos, as pistas de cortesia são localizadas entre a calçada e a faixa de estacionamento de automóveis, o que acaba servindo como proteção aos ciclistas. Mas as verdadeiras ciclovias são separadas da calçada e da rua por muretas, jardins ou blocos de cimento. As ruas do centro histórico, por serem estreitas e para não descaracterizar a urbanização, não possuem ciclovias ou pistas de cortesia, mas nelas o trânsito de bicicletas é muito superior que de automóveis. Também é possível alcançar a periferia e as frações da cidade destacadas do perímetro urbano de bicicleta e em plena segurança. As ciclovias que fazem tais ligações são realmente separadas das estradas extra-urbanas que as une. Andar de bicicleta é considerado muito chique, em Piacenza. É prático e saudável. Conseguistes identificar-me entre as fotos? :)
Circuito Ciclismo en Chioggia
(4)
Circuito Ciclismo en Turim
Circuito Ciclismo en Milão
Circuito Ciclismo en Grado
(1)
Circuito Ciclismo en Treviso
(5)
Circuito Ciclismo en Quarto d'Altino
(1)
Circuito Ciclismo en Pisa
Circuito Ciclismo en Quinto di Treviso
(1)
Circuito Ciclismo en Arsiero
(1)
Circuito Ciclismo en Malcesine
(1)
Circuito Ciclismo en Borgo Valsugana
(1)
Atividades em Itália
Civitatis
(4.638)
55
Sem filas
Civitatis
(3.882)
89
Oferta e sem filas
Civitatis
(4.083)
40
Oferta e sem filas
Civitatis
(629)
72
Civitatis
(548)
55
Imperdível
Civitatis
(176)
93
Civitatis
(1.436)
20
Civitatis
(1.009)
63
Civitatis
(1.947)
25
Civitatis
(551)
136
Sem filas
Civitatis
(873)
80
Oferta e sem filas
Civitatis
(956)
35
Civitatis
(120)
113
Sem filas
Civitatis
(339)
32
Ideal para casais
Civitatis
(266)
49
Civitatis
(46)
38
Civitatis
(535)
29,50
Civitatis
(367)
28
Civitatis
(212)
89
WOW
Civitatis
(30)
48