MINUBE
Continuar na app
Abrir
Aonde queres ir?
Gostas de Namíbia ?
Partilha com todo mundo
Entrar com Google +

De interesse turístico em Namíbia

45 de interesse turístico em Namíbia

De interesse turístico en Alto Paraiso
Duna 45
(6)
A Duna 45 é uma das principais atrações de Sossuvlei. Habitualmente, turistas sobem seus 170 metros de altura para apreciar o nascer do sol ou o pôr-do-sol admirando as outras centenas de dunas de areia vermelha do deserto do Namibe. Se for subir a duna lembre-se de trazer pelo menos 1 litro d'água por pessoa, pois é bastante cansativo e a temperatura pode esquentar radicalmente de uma momento ao outro.
De interesse turístico en Epupa
Kaokoland
(1)
A coisa mais marcante durante uma viagem pelo Kaokoland são as incontáveis aldeias Himba espalhadas pelo território. Inúmeras vezes cruzamos esses pastores com seu gado (vaca ou cabras) atravessando as estradas não asfaltadas da região. Na minha opinião, uma das partes mais fascinantes da Namibia, onde a cultura Himba reina com toda sua simplicidade e glamour. Saiba que é necessário ser totalmente autônomo quanto à gasolina, comida e água se quiser explorar à fundo o Kaokoland.
De interesse turístico en Otjiwarongo
Cheetah Conservation Fund
(1)
O Cheetah Conservation Fund ou CCF, é uma organização sem fins lucrativos que trabalha pela preservação dos guepardos na Namibia e pela conscientização das comunidades locais. A sede do CCF fica à 45 km de Otjiwarongo, ou seja, é uma boa parada entre Windhoek e Etosha. O centro de pesquisas fica nessa sede e você pode pagar para uma visita guiada pelo centro e o museu, além de um "drive" dentro dos cercados onde vários guepardos vivem. A alimentação dos animais ocorre diariamente, e também pode ser vista sempre por volta das 12h e 14h, dependendo do dia da semana. Se quiser ficar para almoçar, o CCF possui um pequeno restaurante com alguns lanches simples porém sofisticados. E se quiser prolongar ainda mais sua estadia no local, o CCF também possui uma guesthouse. Visitamos o centro durante toda uma manhã e fizemos o CCF Tour e o Cheetah Drive, tudo muito bem explicado pelo nosso guia. A visita vale à pena, ainda mais sabendo que estamos apoiando uma boa causa.
De interesse turístico en Kamanjab
Otjikandero Himba Orphan Village
(1)
Boa opção para os que querem conhecer um pouco da maravilhosa cultura Himba sem ter que ir ao norte da Namibia no Kaokoland. Essa aldeia fica perto de Kamanjab, mas atenção, o povo Himba é um povo nômade, então pode ser que eles mudem de localização no decorrer dos meses. Caso esteja indo ou vindo para o Parque Nacional Etosha pelo portão oeste você vai passar com certeza por Kamanjab. O pequeno desvio de alguns quilômetros para acessar esse aldeia Himba vale à pena e ajuda a comunidade.
De interesse turístico en Walvis Bay
Cruzeiro de Catamarã
(1)
Essa é com certeza a atração turísticas mais popular de Walvis Bay! Já fiz o passeio em catamarã 3 vezes, e cada vez vimos coisas diferentes. Tudo começa com os pelicanos e gaivotas que sobrevoam o barco na medida em que o nosso guia joga peixes para que eles peguem no ar, o que é um excelente momento para tirar fotos! Depois, lobos-marinhos nos seguem e sobem no catamarã! Mas não se preocupem, pois somente os lobos-marinhos que estão acostumados aos seres humanos podem subir no barco. Um pouco mais longe, chegando na Pelican Point, começa-se a avistar pontos negros na areia. Na verdade é uma colônia de lobos-marinhos, com milhares deles. No meio do caminho é bem provável que você veja golfinhos (há 3 espécies diferentes deles) e até pinguins do cabo. Aparentemente, pode-se ver também baleias durante uma certa época do ano, mas ainda não tive a sorte para tanto! Para finalizar, a equipe serve uma pequena refeição com direito à ostras e vinho espumante! O passeio começa sempre pela manhã, e o embarcadouro fica no Waterfront de Walvis Bay.
De interesse turístico en Alto Paraiso
(5)
De interesse turístico en Etosha National Park
Etosha Pan Lookout
(1)
Em pleno verão namibiano, calor de 37° Celsius e um sol de torrar a careca de qualquer pessoa. Foi nessas condições que decidimos desviar nossa rota dentro do Etosha National Park para ver o "Etosha Lookout" mostrado nas placas do interior do Parque. Eu confesso que toda vez que vou à Etosha não quero perder tempo com nada, a não ser procurar os animais na savana. Mas da última vez estava acompanhado por amigos que fizeram questão de ir ver o tão famoso mirante sobre o "Pan" de Etosha. E que descoberta excelente! A cerca de 23 km ao nordeste de Halali, uma pequena estrada te leva para dentro do "Pan". Que é como um deserto de sal que vira um pântano durante as estações chuvosas, mas que durante a maioria do tempo é simplesmente essa vasta área branca sem vegetação. Etosha significa "The Great White Place", e quando você está ali diante dessa terra branca à perder de vista, você compreende o porquê.
De interesse turístico en Maltahöhe
Arte com ferro-velho
O jardim do Tsauchab River Camp é uma verdadeira galeria de arte à céu aberto. Os simpáticos proprietários dessa Guestfarm tiveram a excelente ideia de transformar em divertidas esculturas as velhas peças de carro e de maquinas utilizadas na fazenda. A decoração do jardim e de toda a Guestfarm foi produzida por eles, o que dá um enorme charme caseiro à esse lugar. Logo na entrada da propriedade um percurso com várias esculturas te leva até a recepção do local, onde você pode estacionar seu carro. Dali, você vai à pé passear entre muitas outras obras. Ótima oportunidade para alongar um pouco as pernas depois de tanto tempo dentro do carro e tomar alguma bebida no bar da Guestfarm. A entrada no local é gratuita, mas é sempre gentil de passar para trocar algumas palavrinhas com os donos do local.
De interesse turístico en Okonjati
Alimentando guepardos em Mount Etjo
(1)
De todos os locais onde vi guepardos serem alimentados na Namibia, esse foi o que me pareceu mais "real". Digo isto, pois a presa, no caso um facoqueiro, foi colocada inteira amarrada à uma corrente de metal para que os guepardos não à peguem e saiam correndo. Claro, o facoqueiro estava morto, pois é proibido alimentar guepardos com animais vivos em cativeiro. Mas mesmo assim, os felinos agiram selvagemente, devorando o "porco" o mais rápido possível e retornando bruscamente ao mato. Foi um momento excelente para fotografá-los! A alimentação desses felinos não ocorre todos os dias, então é bom se informar antes de vir fazer a visita ao Mount Etjo Safari Lodge. O valor da atividade é de 300 dólares namibianos por pessoa (preços de 2015). Você também pode alimentar leões nessa Reserva. Um espetáculo!
De interesse turístico en Solitaire
Cemitério de Automóveis
(2)
A primeira coisa que se nota quando se está chegando à pequena vila de Solitaire são todos esses velhos automóveis abandonados na entrada da cidade. Se eles são realmente antigos carros dos habitantes da vila ou se foram colocados ali só para enfeitar, não sei. Mas com certeza dá ao local uma atmosfera totalmente original, como se de repente estivéssemos numa cidade apocalíptica, onde os únicos sobreviventes são o homem do posto de gasolina e a garçonete que serve a tão famosa torta de maçã do deserto. Eu, como 99% dos turistas, passei por ali, entrei nos carros, tirei fotos, comi a torta de maçã, abasteci meu carro e segui para Sossusvlei, em direção das dunas vermelhas do deserto do Namibe.
De interesse turístico en Mariental
Passeio a Cavalo em Bagatelle
Durante nossa estadia no Bagatelle Kalahari Game Ranch a agenda foi bastante cheia devido às inúmeras atividades propostas pelo lodge. A cavalgada pelo deserto do Kalahari foi uma delas. Saímos dos estábulos com um jovem guia que nos deu todas as explicações necessárias para comandar os cavalos. Um verdadeiro cowboy do Kalahari! Dali, partimos em direção das dunas de areia vermelha para adentrar um pouco mais o lado selvagem da propriedade. Tivemos a sorte de ver um grupo de elandes (os maiores antilopes africanos) e de poder se aproximar bastante deles. Essa é uma das vantagens de estar a cavalo, pois os animais selvagens ficam menos receosos com nossa presença. Depois de cerca de 1 hora chegamos à sombra de uma árvore onde alguns petiscos e bebidas nos aguardavam sobre uma pequena mesa. Era hora de recuperar as energias e partir de volta para o rancho!
De interesse turístico en Divundu
Cruzeiro no rio Okavango
A vantagem de estar em locais à beira de rios na África é de poder fazer "safári" pela água. Quase todos os Hotéis nessa região têm este passeio para oferecer. Como bom turista que somos, o fizemos e adoramos! O barco parte no final da tarde, quando não já faz muito calor. A partir do embarcadouro do Ndhovu Safari Lodge (era onde estávamos hospedados), seguimos flutuando sobre o rio Okavango à procura de hipopótamos, crocodilos e todo outro animal que queira cruzar nosso caminho. Ao final, vimos os hipos e crocos, mas também alguns elefantes que iam se aproximar do rio para beber água, alguns antílopes d'água e os grandes lagartos "water monitor". A um momento, quando o sol já estava quase se pondo, o condutor parou o barco e nos ofereceu petiscos e drinks, para finalizarmos o passeio com chave de ouro e cerveja gelada, apreciando um típico pôr do sol africano.
De interesse turístico en Walvis Bay
Lobos-marinhos de Pelican Point
Atenção, não se trata da famosa colônia de lobos-marinhos de Cape Cross! Essa dica vai justamente para as pessoas que não terão tempo de ir até Cape Cross, mas que gostariam de ver os lobos-marinhos mesmo assim. Ela fica em "Pelican Point", um estreito de areia que fica em frente à Walvis Bay. Há milhares desses animais instalados ali ao longo do ano. Para acessar a colônia de lobos-marinhos de Pelican Point há 3 opções: - Ir com um carro 4x4 até a ponta. Eu desaconselho, pois a areia é realmente muito fofa e o risco de ficar atolado é bastante grande. Faça isto somente se você tem os equipamentos necessários e é um expert em 4x4. - Fazer caiaque com os lobos-marinhos. Há diversas empresas que propõem este passeio. Ainda não fiz, mas deve ser sensacional pois você pode ficar realmente entre esses animais. - Pelo cruzeiro de catamarã oferecido no porto de Walvis Bay. Foi o que eu fiz. No caminho também se vê golfinhos e outros animais marinhos. Mas o intuito deste passeio não é realmente de visitar a colônia de lobos-marinhos, então não se fica muito tempo no local.
De interesse turístico en Otjiwarongo
Africat Foundation
(1)
A Africat Foundation fica dentro da Okonjima Nature Reserve a 2 horas de carro de Windhoek e à 70 km de Otjiwarongo. Essa Organização não-governamental trabalha pela preservação dos felinos e outros carnívoros da Namibia através da conscientização da população local. A Fundação também acolhe animais feridos e/ou capturados por fazendeiros de todo o país com o intuito de reabilitá-los e soltá-los em Okonjima Nature Reserve ou outras Reservas da Namibia. O Centro de Visitantes da Africat fica à cerca de 30km à oeste da estrada principal que liga Windhoek ao Norte. Uma pista de terra passando pela Reserva Okonjima te leva até o local, tudo muito bem sinalizado. As visitas ocorrem em horários bastante específicos que mudam de acordo com a estação do ano. Aconselho telefonar para a Fundação para marcar a sua visita, assim não haverá decepções. Durante a visita um guia te leva dentro do cercado de alguns dos felinos que foram recuperados pela ONG e te dá explicações sobre o funcionamento da Africats, enquanto você admira e fotografa os animais bem de perto. Depois, vamos até a clinica onde são estudados e tratados os animais doentes. Não havia nenhum animal ali neste, mas mesmo assim foi bem interessante.
De interesse turístico en Tsumeb
De interesse turístico en Otjiwarongo
Rastreando leopardos
Na Okonjima Nature Reserve é possível rastrear leopardos e outros animais carnívoros através das ondas de rádio emitidas pelos animais que possuem coleiras. Essas coleiras são objetos de monitoração realizada pela Africat Foundation, uma ONG que estuda e preserva os carnívoros namibianos, e que possui uma sede dentro desta Reserva. Às 6h da manhã a recepcionista do Plains Camp nos liga para nos despertar. Fomos para o Lodge para um café e muffins às 6h30, e partimos para a aventura às 7h da manhã num 4x4 com um guia local. Não demorou muito até que encontramos o primeiro leopardo, uma jovem fêmea que estava indo beber água num poço. Os animais não se incomodam com o veiculo pois já estão acostumados à serem monitorados. Depois de alguns minutos, a fêmea partiu dentro do mato fechado até que a perdemos de vista. Como não havia passado nem mesmo 1h desde que começamos o passeio, nosso guia decidiu subir no alto de uma montanha para tentar captar o sinal de outros leopardos na região. Felizmente, achou um outro leopardo na planície abaixo. Este demorou mais até ser encontrado, pois estava no leito de um rio, ao lado de um buraco de facoqueiro. Era um grande macho esbelto que aguardava que o porco saia da toca para comer sua refeição matinal. Durante o passeio vimos 2 leopardos, o que é sensacional! Além de zebras, girafas e muitos antilopes. De volta ao hotel, um delicioso café-da-manhã nos aguardava. A atividade só pode ser feita por hóspedes dos hotéis que existem dentro da Reserva Okonjima, mas é uma das poucas oportunidades de se ver leopardos, já que são raramente vistos em safáris normais, por serem felinos extremamente tímidos.
De interesse turístico en Windhoek
Alimentação dos carnívoros de Naankuse
Das coisas mais legais de se fazer nesse lindo local que é o N/a'an ku se Lodge and Wildlife Sanctuary é observar a alimentação dos carnívoros que vivem ai. O local propõe diversas atividades, todas bem interessantes, mas essa foi a que realmente me marcou. Partimos da recepção do Lodge por volta das 8h da manhã num jipe que nos leva até as jaulas dos diferentes animais resgatados pela ONG. Começamos pelos babuínos, que são engraçadíssimos. Depois fomos até os guepardos que são os "grandes gatos" mais dóceis que existem. Estes animais são às vezes criados como animais de estimação aqui na Africa, mesmo que isto seja geralmente proibido por lei. Passamos pelos tímidos leopardos, depois os pequenos caracais que se parecem com linces africanos. Também vimos os exímios caçadores caninos, os cães-selvagens. Eles vivem somente no norte da Namibia e são raramente vistos. Finalizamos com os leões maravilhosos e super agressivos. Ficamos cara-a-cara com eles, separados somente pela cerca. Uma experiência unica! O lado triste nisto tudo é de pensar que eles estão ali porque no seu habitat natural foram agredidos de alguma forma por humanos, ou perderam seus pais em disputas com fazendeiros.
De interesse turístico en Kamanjab
Alimentando porcos-espinhos
(1)
Viemos de Windhoek para o norte, explorar a região do Kunene. O Porcupine Camp foi nossa primeira parada. Viemos especialmente para ver a alimentação dos porcos-espinhos que ocorre todas as noites por aqui. Uma senhora, a proprietária do local, faz isto há anos! Chegamos por volta das 19 horas. A noite já estava tombando. Quando estacionamos o carro vimos 2 porcos-espinhos em frente à recepção do local. Um deles fugiu quando fechamos a porta do carro. Ficamos tristes de imaginar que espantamos o bichano e que agora só teríamos um para observar. A dona logo nos tranquilizou dizendo que mais chegariam em alguns minutos. De fato, cerca de 15 porcos-espinhos vieram comer logo ali na nossa frente! Foi muito legal ver isto, ainda mais porque esses animais tem hábitos noturnos e são raramente avistados! A atividade tem que ser paga à parte e custa 70 NAD por pessoa. As coordenadas GPS exatas do local são: -19.648590, 14.766517 (Google Maps).
Inspire-se com as melhores listas da comunidade