Na app poderás ver muito mais, e bem mais rápido
Download
Aonde queres ir?
Gostas de La Paz ?
Partilha com todo mundo
Entrar com Google +

O que visitar em La Paz

388 colaboradores
Os mais visitados em La Paz
Ilhas en Isla del Sol
Ilha do Sol
(13)
Ruínas en Tiahuanaco
Ruínas de Tiahuanaco
(17)
Cidades en La Paz
Ruas de La Paz
(24)
Lagos en Copacabana
Lake Titicaca
(17)
Reservas Naturais en La Paz
Vale da Lua
(22)
Praças en La Paz
Praça Murillo
(17)
Igrejas en La Paz
Igreja de São Francisco
(13)
Ilhas en La Paz
Ilha do Sol no Lago Titicaca
(15)
Aldeias en Coroico
Coroico
(8)
Estradas en La Paz
Caminho para a estrada da morte
(11)
Reservas Naturais en La Paz
Monte Chacaltaya
(7)
Igrejas en Copacabana
Igreja de Nossa Senhora de Copacabana
(6)
Ruas en La Paz
Calle Jaén
(8)
Lagos en La Paz
Estreito de Tiquina
(5)
Igrejas en Copacabana
Our Lady of Copacabana Basilic
(3)
Estradas en Copacabana
Copacabana - La Paz Road
(4)
Catedrais en La Paz
Catedral Metropolitana de La Paz
(3)
Mercados en La Paz
Mercado das Bruxas
(7)
Ilhas en Isla del Sol
Ilha do Sol
(13)
Ilhas en La Paz
Ilha do Sol no Lago Titicaca
(15)
Ilhas en Copacabana
(2)
Ilhas en Copacabana
Caminhada Isla del Sol
(2)
Ilhas en Isla del Sol
Igrejas en La Paz
Igreja de São Francisco
(13)
Igrejas en Copacabana
Igreja de Nossa Senhora de Copacabana
(6)
Igrejas en Copacabana
Our Lady of Copacabana Basilic
(3)
Igrejas en La Paz
(1)
Igrejas en La Paz
(4)
Igrejas en La Paz
(5)
Igrejas en La Paz
(2)
Igrejas en La Paz
(1)
Igrejas en La Paz
(1)
Igrejas en La Paz
(1)
Igrejas en La Paz
(1)
Igrejas en La Paz
(1)
Igrejas en La Paz
Igrejas en La Paz
Praças en La Paz
Praça Murillo
(17)
Praças en La Paz
Plaza del Montículo
(8)
Praças en La Paz
(7)
Praças en La Paz
(6)
Praças en La Paz
(6)
Praças en La Paz
(1)
Praças en La Paz
(1)
Praças en Copacabana
Praças en La Paz
(1)
Reservas Naturais en La Paz
Vale da Lua
(22)
Reservas Naturais en La Paz
Monte Chacaltaya
(7)
Reservas Naturais en La Paz
(4)
Reservas Naturais en Copacabana
North - South path of the island of the Sun
(1)
Reservas Naturais en La Paz
Huayna Potosi
Reservas Naturais en Copacabana
Lagos en Copacabana
Lake Titicaca
(17)
Lagos en La Paz
Estreito de Tiquina
(5)
Lagos en La Paz
Huatajata
(4)
Lagos en Copacabana
Lagos en La Paz
(1)

162 lugares que ver em La Paz

Ilhas en Isla del Sol
Ilha do Sol
(13)
A Isla del Sol é um destino imperdível para aventureiros e, na nossa opinião, também é perfeito para casais apaixonados em busca de belas vistas. A Isla del Sol é a maior das ilhas do Lago Titicaca e fica no lado boliviano. É um importante ponto para a história nativa, pois segundo a lenda a ilha seria o berço da civilização inca, o lugar escolhido por Manco Capac e Mama Ocllo para criar seu povo. Para visitar o local é preciso ir até a cidade de Copacabana (a 4 hs de ônibus de La Paz) e de lá há diversos barcos com destino à Ilha. No desembarque na ilha (lado sul) é obrigatório o pagamento de uma entrada, que custa 5 bolivianos. Muita gente faz o passeio de um dia, desembarcando pela manhã no lado sul, atravessando a ilha e pegando o barco de volta à Copacabana no fim do dia no lado norte. É uma caminhada puxada, pois a ilha está a 4.800 metros de altitude. Para quem quiser algo mais relaxante há a opção de dormir na ilha. É sem dúvida uma boa escolha, pois o lugar é paradisíaco, com o lago muito azul e as encostas com vários tons de verde nas terrazas utilizadas para agricultura. Na ilha há diversas ruínas incas para se visitar. A primeira vista por quem chega ao local pelo lado sul é a escalera (escada) inca, que leva os visitantes até o topo da ilha. Mas há ainda outras atrações como as ruínas de Chincana, mesas de sacrifício, a pedra do puma.
Ruínas en Tiahuanaco
Ruínas de Tiahuanaco
(17)
Há 70km de La Paz encontram-se as ruínas de Tiwanaku, tombada como Patrimônio Mundial pela UNESCO. É um lugar de visita obrigatória para quem passa pela região. As ruínas do sítio arqueológico são datadas com mais de 300 mil anos e foi berço da antiga civilização pré-colombiana, a Tiahuanacota. O lugar abriga diversas ruínas e um pequeno museu. É simplesmente fascinante caminhar e sentir os mistérios que guarda as suas "silenciosas" estátuas. As escavações não cessam, e mostram que ainda há muitos mistérios a serem revelados debaixo de gigantescos montes de terras. O passeio ao sítio pode ser contratado por agências em La Paz, duram o dia todo e incluem um guia. É simplesmente INCRÍVEL caminhar por esse misterioso pedaço na Bolívia!
Cidades en La Paz
Ruas de La Paz
(24)
Nuestra Señora de la Paz é a capital admnistrativa da Bolívia, e a mais alta do mundo. A cidade colonial, que se encontra no centro da cidade actual, está mais abaixo dos bairros restantes, os quais não faz falta visitar. As ruas são típicas das cidades coloniais da América do Sul. No entanto, devido à sua topología montanhosa, aqui foi mais difícil organizar a cidade em blocos perpendiculares, como por exemplo, no México ou no Chile. As ruas são tortas e desniveladas, ora se sobe ora se desce, o que com a altura e o ar cada vez mais difícil de respirar pode dificultar a sua visita. É um sítio muito barato! Aqui pode-se dormir por 3€ por noite, comer por 1€ e a maioria das visitas são gratuitas. Há uma zona residencial muito bonita, mas muito calma, onde não há grande animação nem sítios de interesse, além de casas modernas fantásticas. A avenida central chama-se "El Prado", é uma informação importante para orientação na cidade. No centro colonial, há muitas casas bem conservadas, com varandas de madeira pintadas em cores vivas, que dá um ar fresco e agradável. Visitar o mercado das bruxas permite saber um pouco mais sobre a magia aimará.
Lagos en Copacabana
Lake Titicaca
(17)
Fotografias de duas visitas separadas, percebe-se pela cor do céu. O tempo é ensolarado e frio em junho, e nublado mas não muito frio no final de setembro. Na segunda visita tivemos a oportunidade de alugar, juntamente com outros três viageiros, um pequeno barco para poder chegar a uma ilha onde, segundo diz a lenda, iam os antigos xamãs para fazer seus rituais.
Reservas Naturais en La Paz
Vale da Lua
(22)
Quem vai a La Paz tem que visitar o Vale de La Luna. Quando eu fui, fez parte do city tour da cidade ir até lá, é barato pra entrar e é interessante como ele sempre muda. A erosão faz com que a cada ano que se visita o local se veja um "local diferente". É muito interessante ver que se mantém desta forma há anos! Fomos só até metade do caminho do Vale, e é bom ir antes do anoitecer para conseguir visualizar melhor o lugar.
Praças en La Paz
Praça Murillo
(17)
Andamos cerca de 4 quadras da Iglesia de San Francisco rumo a Calle Comercio, subindo uma ladeira cansativa, mas transponível. Até lá não havíamos sentido o efeito da altitude como muitas pessoas relatavam. A plaza é muito bonita e repleta de prédios antigos, dentre eles, o palácio do governo boliviano, a catedral de La Paz e o famoso hostal Torino.
Igrejas en La Paz
Igreja de São Francisco
(13)
O primeiro ponto turístico que fomos visitar foi a Iglesia de San Francisco, que fica na Calle Sagarnaga que é a principal igreja de La Paz, construída em 1548, destruída em 1610 por uma nevasca e reconstruída em 1784. É uma construção de se admirar pelos detalhes e pela grandeza. No dia que a visitamos, estava ocorrendo uma homenagem aos padeiros de La Paz, com distribuição de pão para a população, muito interessante. Normalmente as imagens da igreja são feitas de uma distância considerável, pegando na foto a igreja em sua totalidade. Isso não foi possível, pois estavam construindo um viaduto e o espaço livre que havia em frente a igreja estava interditado. Ao lado da igreja, na Calle Sagarnaga, encontramos um mercado de artesanias (artesanato) muito interessante. Foi aonde encontramos o melhor qualidade com o melhor preço. Compramos várias gorros mochileiros pagando por cada um Bs. 14, pechinchando muito é claro. Subindo essa mesma Calle, você pode encontrar outras lojas de artesanato, de qualidade um pouco inferior.
Ilhas en La Paz
Ilha do Sol no Lago Titicaca
(15)
em Harmonia Se você quiser vê-lo na íntegra, você tem que organizar seu tempo e saber caminhar a um bom ritmo, o que exige certo esforço, mas é necessário para finalmente comer alguns "abacaxi" - milho assados ​​que são para morrer. Uma bênção para o xamã, nunca dói.
Aldeias en Coroico
Coroico
(8)
Coroico fica a uns 100 km de La Paz, mas que parecem ser 1000, porque o tempo não é favorável, pois passamos do clima do altiplano, a 4000 m de altitude, para o clima subtropical, devido a que é a porta de entrada para a floresta boliviana . Sua população é formada, na sua maioria, por aymaras, afro-bolivianos, mestiços e estrangeiros, estes últimos ocupados no turismo, mas a cidade não excede os 3000 habitantes. A cidade é bastante pitoresca, mas o mais interessante são as grandes montanhas ao redor, cubertas pela natureza exuberante. A uma hora de caminhada da cidade ficam o Rio Preto e o Rio Coriguayo, e as trilhas estão repletas de todos os tipos de flores, orquídeas, pássaros exóticos e abundantes cachoeiras, um verdadeiro paraiso, para o qual você deve ir bem preparado para a chuva, muito comum nesta região.
Estradas en La Paz
Caminho para a estrada da morte
(11)
O Passeio a Coroico, uma cidade proxima a La Paz só vale porque passamos pela estrada da morte. Há quem faça de bicicleta o passeio. Eu fiz de vã mesmo. Se fosse hoje não iria a Coroico mas passaria para conhecer a estrada da morte na Bolivia. Nos explicaram que é a estrada mais perigosa do mundo pois há uns 7 anos era o único caminho para aquela região e a estrada só dava pra passar quase que um carro por vez, mas era ida e volta! E os caminhões vinham em alta velocidade e muitos já morreram ali. Atualmente é só ida e já construíram um caminho alternativo para a volta.
Reservas Naturais en La Paz
Monte Chacaltaya
(7)
Logo após o café da manhã, o onibus vem nos buscar na pousada para os passeios em Chacaltaya e no Vale de La Luna. No onibus, para variar, mais brasileiros. Mas, o mais engraçado era um casal. Eu e o Anderson, com frio e levando mais blusas e o casal lá: chinelo, bermuda e a menina, all star, blusinha. Eu achei que eles moravam na região da Escandinavia, mas não, eram dois turistas sem noção do que viria pela frente. Chegamos no Chacaltaya ! o Vale é muito bonito. Ali já foi a estação de esqui mais alta do mundo, hoje sofre com o aquecimento global. Para vocês que não estão nem ai para o Meio Ambiente e a Natureza, não se preocupem que logo mais afetará a gente tambem. Lembram do casal ? subiram 20m e voltaram para a van Friozinho e a altitude ali pesam. Subimos uns 200m e estávamos no cume. Para a gente foi fácil, já estamos aclimatados e acostumados... quem diria. Chegamos no topo, 5.392m. Parecia que o Huayna Potosi estava do ladinho. O Huayna ficou para outro ano. Brincamos um pouco com o restante da neve que tinha por lá. Mesmo pouco, fiquei satisfeito e feliz. Fomos para outra ponta, vimos uma laguna, vermelha alaranjada muito bonita. Depois descemos o morro, brincando. e o casal dentro da van. muitos sem noção, dou risada até agora. Do Chacaltaya fomos para o Vale de la Luna
Igrejas en Copacabana
Igreja de Nossa Senhora de Copacabana
(6)
Chegando em Copacabana já sabia que era interessante visitar a igreja de Nossa Senhor da Copacabana e pelo pouco tempo que tínhamos na cidade demos uma passada por lá. Imponente, grande e bonita. Vale uma passada pela igreja para fotos e para os católicos, rezar. A padroeira da cidade. As informações que temos são de que Copacabana no Rio de Janeiro veio depois da cidade na Bolívia e que no séculoXIX, uma réplica local da imagem de Nossa Senhora de Copacabana foi levada por comerciantes espanhóis ao Rio de Janeiro, no Brasil, onde foi criada uma pequena igreja para abrigá-la. A igreja cresceu e acabou por nomear o atual bairro de Copacabana.
Ruas en La Paz
Calle Jaén
(8)
Depois de visitar a plaza, fomos para a Calle Jean, que fica cerca de 6 quadras da plaza. Essa sim é uma Calle diferente dos padrões bolivianos. Bem arrumada e conservada, além de tudo sem muito movimento. Lá se encontram a maioria dos museus da cidade (Museo del Litoral, Museo de Metales Preciosos, Museo de Instrumentos Musicales, Museo Casa Murillo e Museo Costumbrista Juan de Vargas).
Lagos en La Paz
Estreito de Tiquina
(5)
Para chegar a La Paz desde Copacabana tem que atravessar o estreito de Tiquina, seja em pequenos barcos, se vamos de pedestres, ou em balsas e barcaças, se levamos o carro. As vistas sobre o Lago Titicaca são espetaculares e tem uma largura de cerca de 780 metros. Um dos sinais curiosos que você vê na margem é o que reclama a saída ao mar para Bolívia, um eterno conflito com o Peru desde 1879 maundo Bolívia perdeu o acesso ao mar, depois da Guerra do Pacífico.
Igrejas en Copacabana
Our Lady of Copacabana Basilic
(3)
Copacabana é um lindo pueblito boliviano a orlas do Lago Titicaca, que se encontra a 4hs de autocarro desde Puno (Peru). O povo é muito tranquilo e está cheio de mochileros e artesãos. Nele se pode subir ao calvario (nós não pudemos porque Ro teve febre os três dias que estivemos), visitar sua igreja de estilo manierista na que se encontra a virgen de Copacabana (toda a construção é realmente impressionante). A Basílica de Copacabana é um edifício de estilo morisco construído em 1550 e alberga à virgen Morena. No dia que fomos tinha uma procissão de autos e camiões enfeitados com arranjos florais que iam abençoar o veículo.
Estradas en Copacabana
Copacabana - La Paz Road
(4)
Chame a estrada que liga a estrada [poi = 81333] Copacabana [/poi] com [poi = 110099] La Paz [/poi] é muita coisa para dizer. A estrada, estreita e sinuosa não tem nenhum ombros duros, ou sinais e é muito estreita. De qualquer forma é incrivelmente linda. Na maioria das vezes vai ao longo do fantástico Lago Titicaca, e quando isso acontecer, a paisagem montanhosa aparece pontilhada com humildes chalés cercados por pomares. A aventura desta rota vem depois de 1 hora e meia de estrada na cidade de San Pedro. A aldeia situa-se nas margens do Estreito de Tiquina e ao descer do ônibus, então isto é atravessado em uma balsa que se parece com do século XVIII. Em um barco pintado em cores altos, atravesse os passageiros. Do outro lado deve andar a poucos metros de onde estão os ônibus. Essas altitudes há cuidado, um não é muito trabalhador e corre o risco de entrar no autocarro errado. Deixe-me esclarecê-lo, porque aconteceu comigo...
Catedrais en La Paz
Catedral Metropolitana de La Paz
(3)
A Catedral de Nossa Senhora da Paz está localizado na Praça Murillo. É no estilo neoclássico e foi construída em 1831. No interior das colunas que sustentam o edifício são de estilo coríntio. Os planos da fachada do templo está dividida em dois corpos, foram preparados por Antonio Camponovo.
Mercados en La Paz
Mercado das Bruxas
(7)
É um dos mercados mais originais do mundo. Além das lojas e bancas de artesanato, cheias de tecidos de cores garridas, aqui vende-se muito do que faz parte das crenças do povo andino: As ervas e os remédios ancestrais, as folhas de coca que ajudam a combater a fome e os efeitos da altitude, os fetos de lama que se enterram nas fundações de cada nova casa, num pedido de protecção à deusa Pachamama.