Na app poderás ver muito mais, e bem mais rápido
Download
Aonde queres ir?
Gostas de Belo Horizonte ?
Partilha com todo mundo
Entrar com Google +

O que visitar em Belo Horizonte

375 colaboradores
  • Compras
    23 lugares
  • Passeios
    19 lugares
  • Monumentos
    22 lugares
  • Ar livre
    9 lugares
  • Museus
    13 lugares
  • Diversão e ócio
    11 lugares
  • Vida noturna
    12 lugares
Praças en Belo Horizonte
Praça da Liberdade
(22)
Praças en Belo Horizonte
Praça do Papa
(11)
Praças en Belo Horizonte
Praça da Estação
(3)
Praças en Belo Horizonte
Praça Floriano Peixoto
Praças en Belo Horizonte
Praça Raul Soares
(3)
Praças en Belo Horizonte
Praça Diogo de Vasconcelos
(1)
Praças en Belo Horizonte
Praça Tiradentes
(1)
Praças en Belo Horizonte
Praça Sete de Setembro
Praças en Belo Horizonte
Praça Marília de Dirceu
(2)
Praças en Belo Horizonte
Praça 7
Praças en Belo Horizonte
Praça José Mendes Júnior
Praças en Belo Horizonte
Praça ABC - Praça Benjamin Constant
Praças en Belo Horizonte
Museus en Belo Horizonte
Museu de Ciências Naturais
(4)
Museus en Belo Horizonte
Museu de Artes e Ofícios
(4)
Museus en Belo Horizonte
Museu Histórico Abílio Barreto
(3)
Museus en Belo Horizonte
Museu de Arte da Pampulha
(1)
Museus en Belo Horizonte
Centro Cultural
(2)
Museus en Belo Horizonte
Museu Brasileiro do Futebol
(2)
Museus en Belo Horizonte
Espaço TIM UFMG do Conhecimento
(1)
Museus en Belo Horizonte
Memorial Minas Gerais Vale
(2)
Museus en Belo Horizonte
Museu dos Brinquedos
Museus en Belo Horizonte
Museu Inimá de Paula
(1)
Museus en Belo Horizonte
Museu dos Militares Mineiros
(1)

139 lugares que ver em Belo Horizonte

Lagos en Belo Horizonte
Lagoa da Pampulha
(33)
A máxima "na falta de mar, a gente vai pro bar" usada pelos mineiros, pode ser substituída pela Lagoa da Pampulha. Alguns me matam pela comparação. Afinal, a lagoa não tem onda, não é própria para banho e - sejamos sinceros - as vezes não cheira bem. Mas eu acho que ela é mesmo o mais perto que os belorizotinos vão chegar de uma praia sem sair da cidade. O local é usada para a prática de esportes, como corrida e bicicleta, é ponto preferencial de famílias que querem relaxar num domingo de sol e é uma das primeiras opções de quem pensa em um local tranquilo e bonito dentro da cidade. A Pampulha é uma lagoa totalmente artificial. A proposta inicial era do então prefeito Otacílio Negrão Lima, mas quem fez do projeto uma realidade foi o Juscelino Kubitscheck, na década de 1940. A ideia era mesmo que o local se transformasse em ponto de lazer da capital. Ao longo da orla estão construções que chamam a atenção de qualquer um, como a Igreja da São Francisco, o Museu de Arte da Pampulha e os estádios Mineirão e Mineirinho!
Praças en Belo Horizonte
Praça da Liberdade
(22)
Complexo do Museu de grande interesse ao redor da Praça. O melhor, na sua especialidade e pela implantação de meios técnicos, é o Museu de mineralogia. Mas não vai ficar atrás de outro. Especialmente, aquele dedicado à memória do estado, com vários vídeos sobre a ação formativa, história (de Tiradentes, etc.), espaços para teatro exposições, eventos, fotografia,..., tudo com uma grande vocação didática... na verdade as faculdades da cidade vão visitá-lo constantemente. No extremo sul da Praça, dois edifícios de Niemeyer: prédio da Biblioteca Municipal e um residencial.
De interesse cultural en Belo Horizonte
Centro de Belo Horizonte e Edifício Niemeyer
(11)
Quando cheguei na capital de Minas Gerais, a famosa Belo Horizonte, a primeira coisa que me impressionou foi a modernidade da cidade, em comparação com as que eu já tinha visitado antes no Estado, como Ouro Preto, Tiradentes, e São João del Rei. A razão é clara, é que Belo Horizonte foi fundada em 1897, ou seja, a cidade tem pouco mais de um século. Substituiu Ouro Preto como sendo a capital do estado, e a sua população já ultrapassa dois milhões de habitantes. É uma cidade muito grande, com jardins belos e enormes, com avenidas e prédios de fama mundial, como o edifício residencial na Praça da Liberdade, que é um projeto de Oscar Niemeyer executado entre 1954 e 1960. Fiquei encantado ao ver o prédio, já que o Niemeyer é um dos meus arquitetos favoritos. Niemeyer é o arquiteto pai de Brasília e tem centenas de monumentos em todo o Brasil, como os museus de Curitiba e o de Niterói, e ao redor do mundo, como a sua participação com Le Corbusier no projeto do edifício da ONU em Nova York em 1952. Ele tem mais de 100 anos e continua envolvido em projetos ambiciosos, como a atual em Gijón, o Centro Niemeyer, que será uma referência internacional em conteúdos culturais e espaço associado à excelência dedicado à educação e cultura, graças à bela aliança com a ONU.
Igrejas en Belo Horizonte
Igreja de São Francisco de Assis
(17)
A ingrejinha reflete a Pampulha. A Pampulha reflete a igrejinha de Niemeyer. O nome oficial dela é Capela Curial de São Francisco de Assis, mas já pegou o apelido e referência em Belo Horizonte. Tanto a igreja quanto a lagoa já são amigas inseparáveis. Elas se envolvem na outra convidando os turistas, os nativos ou aqueles só de passagem a conhecerem um pouquinho delas. Desde as características arquitetônicas marcantes de Niemeyer até a extensão das águas da Pampulha. É uma união atrativa constuída a azulejos calmos e águas amenas.
Zonas de Compras en Belo Horizonte
BH Shopping
(17)
O mais antigo shopping de Belo Horizonte, e por muito tempo o único, o BH Shopping é uma ótima opção de compras, lazer e passeio na zona sul da cidade. São 35 anos de história e quase 400 lojas distribuídas em 4 andares. As melhores marcas estão presentes no shopping. Moda, gastronomia, entretenimento, cultura, lazer e diversão para toda a família. São 10 salas de cinema, mais de 27 opções de alimentação, além de espaço gourmet. O BH Shopping oferece ainda exposições, lançamentos de livros, mostras, oficinas e outras opções sazonais para os seus clientes. Após o surgimento de outros centros de compras na capital mineira, o BH Shopping se posicionou para o público A e hoje é endereço predileto da alta sociedade mineira. Passear pelos corredores do BH Shopping é certeza de ver pessoas bonitas e, às vezes, até celebridades. Ao visitar Belo Horizonte não deixe de dar um passeio no BH Shopping.
Praças en Belo Horizonte
Praça do Papa
(11)
Um dos pontos turísticos mais frequentados de Belo Horizonte, a praça do Papa fica aos pés da Serra do Curral a mais de 11000 metros acima do nível do mar. De lá é possível ver toda a Capital mineira. Na verdade, a praça tem o nome de "Israel Pinheiro", mas ninguém a conhece assim. Desde o ano de 1980, quando o Papa João Paulo II realizou uma missa campal ali, a praça ficou conhecida como Praça do Papa. Uma história interessante: Ao presenciar a bela vista lá de cima, João Paulo II disse: "Que belo horizonte!" A Praça do Papa é frequentada pela família mineira para praticar esportes, curtir a vista e encontrar com os amigos para tocar violão. À noite, é o local preferido dos casais de namorados, pela bela vista da cidade. Vale a pena subir a Avenida Afonso Pena para ver o sol se pôr na Praça do Papa.
Mercados en Belo Horizonte
Mercado Central de Fortaleza
(11)
De fácil acesso, o Mercado Central de Belo Horizonte, é ponto de referência para mineiros e turistas que buscam um pedaço de Minas em um só espaço. Com mais de 80 anos de existência, o tradicional mercado dispõe de varias lojas de comidas, especiarias, roupas e artesanatos, tipicamente mineiro. E claro, os famosos "botecos"; bares populares que oferecem tira-gostos irresistíveis. Há vários "reinos" para conhecer em uma caminhada pelos corredores do lugar: têm o Rei do Fubá, Rei da Mandioca, Rei do Queijo, Rei do Bacalhau, Rei do Torresmo... Entre tantos "reis", o que impera é o abacaxi gelado pronto para comer. Divino! Para não se perder nos seus "infinitos" corredores, o próprio mercado oferece visitas guiadas para turistas, que podem ser agendadas com antecedência por telefone. Se você não se contentar apenas em provar das delícias mineiras, no segundo piso, encontra-se a Cozinha Escola, onde poderá aprender à cozinhar pratos típicos com aulas gratuitas. Há uma agenda prévia com a data e a comida que será ensinada em cada aula. Por isso, é importante ficar atento e se programar. As aulas acontecem todas terças, quintas e sábados e as inscrições são feitas diretamente no local. Além de adquirir artesanatos ou provar das iguarias típicas, poderá levar para casa, o aprendizado de uma receita mineira para partilhar com amigos e familiares. Olha que demais? Horário de Funcionamento do Mercado Central: Segunda a Sábado - 7h às 18h Domingos e Feriados - 7h às 13h
Zoos en Belo Horizonte
Zoológico de Belo Horizonte
(8)
Um dos lugares de lazer mais tradicional da família mineira residente na capital. O Jardim zoológico recebe centenas de visitantes diariamente. Lugar perfeito para passear com a família e conhecer um pouco da flora e fauna, tanto do Brasil, quanto de outros países, as variadas espécimes podem ser encontrada aqui. O Jardim zoológico faz parte da infância de muitos cidadãos Belo-horizontinos, pois foi inaugurado em 1959, passando por longas transformações e adaptações. Alguns animais que habitaram no jardim, chegaram a ter fama internacional. É um lugar que amo visitar, pelo cheiro de terra, de mata e sons dos animais que formam uma orquestra harmônica trazendo toda tranquilidade inspirada pela natureza. A única coisa ruim, é que em alguns fins de semana ou feriados, o jardim fica superlotado, perdendo um pouco da qualidade do silêncio, mas ainda sim continua agradável. Em sua estrutura, tem estacionamento, aquário, jardim japonês, borboletário, jardim botânico, banheiros públicos e lanchonete com restaurante. Algumas espécime de animais, tiveram a primeira cria em cativeiro, na América do Sul neste zoológico, como os gorilas, por exemplo. Em 2011, o Jardim Zoológico foi promovido pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais - IBAMA, da categoria “B” para a categoria “A” na classificação dos “jardins zoológicos públicos”. O zoológico conta com serviços de pesquisas e trabalhos ambientais que contribui para aumentar o conhecimento das pessoas sobre as espécies da fauna ameaçada de extinção no Brasil e no mundo. Funcionamento: aberto de terça-feira a domingo e feriados, das 8h30 às 16h com tolerância até 17h.
Parques de Diversão en Belo Horizonte
Parque Municipal Américo Renné Giannetti
(6)
Antes de ser qualquer coisa, um espaço para fugir do caos do centro da cidade. Assim é o Parque Municipal Américo Renê Giannetti (ou só Parque Municipal), nascido em 1897, antes mesmo da inauguração oficial de Belo Horizonte. Localizado no coração da capital mineira, ele oferece 182 mil m² de área verde, com muita sombra, árvores, flores e um grande lago. De segunda a sexta, o parque é muito usado por aqueles que querem se exercitar ou por transeuntes que querem fazer um descanso. Já nos fins de semana, o local é frequentado por famílias que levam os seus filhos para brincarem no parque de diversão ou andarem de pedalinho na lagoa. Vira e mexe há apresentações de música, teatro e dança.
Estações de Comboio en Belo Horizonte
Rodoviária de Belo Horizonte
(10)
Você quer conhecer Belo Horizonte? Há muitas formas de chegar à capital mineira, por carro, trem, avião e ônibus. E se escolher ir de ônibus, você irá desembarcar na rodoviária de Belo Horizonte. O terminal rodoviário de Belo Horizonte foi inaugurado em 1971 com capacidade para atender até 40 mil pessoas por dia. Localizada no centro da capital, no início da avenida Afonso Pena, a rodoviária oferece diversos opções de destinos para todo o brasil. O terminal rodoviário é adaptado para atender portadores de necessidades especiais e disponibiliza diversos serviços para apoiar os viajantes. O prédio tem 45,5 mil metros quadrados e ganhou o prêmio da 1ª Bienal de Arquitetura de 1971 pela magnitude da cobertura em concreto armado. Ao chegar a Belo Horizonte de ônibus, busque informações nos quiosques de apoio ao turista dentro do terminal. Só pegue os táxis credenciados na plataforma de desembarque e cuidado com suas malas.
Centros Comerciais en Belo Horizonte
Shopping Diamond Mall
(7)
Construído onde era o antigo campo do Atlético Mineiro, em uma das áreas mais nobres de Belo Horizonte, o shopping Diamond Mall é um dos centros de compras mais requintados da capital mineira. São três andares de lojas das maiores e mais conceituadas marcas do mundo inteiro, além de seis salas de cinema de última geração, supermercado, academia, salão de beleza, praça de alimentação diversificada com opções para todos os gostos e praça restaurantes com o melhor da cozinha nacional e internacional. Se quiser ver gente bonita é só passear pelos corredores do shopping que são frequentados pela alta sociedade da capital mineira. A arquitetura e decoração do shopping também merece destaque. A começar pela entrada principal, imponente, com a sua cúpula de vidro. Seus corredores formam um círculo e no centro fica a praça de alimentação principal e um elevador panorâmico que é a sensação do shopping.
Exposições en Belo Horizonte
Expominas
(9)
O Expominas, localizado no bairro Gameleira, região Oeste, é o maior centro de convensões de Belo Horizonte e um dos maiores do país. Seu projeto arquitetônico foi assinado pelo arquiteto Gustavo Penna e foi concebido para ser um espaço multiuso moderno e arrojado. O Expominas tem estrutura para receber diversos eventos diferentes simultaneamente e por isso é um dos pincipais empreendimentos de turismo de negócios da capital mineira. Sua programação durante o ano é bastante diversificada e vai des de congressos e feiras até shows e eventos esportivos. O Expominas oferece um pavilhão com 5.184 m² e uma arena multiuso com 2.630 m² com capacidade para receber até 45 mil pessoas, estacionamento próprio, com preço bem salgado dependendo do evento, e é o único centro de exposições da América Latina com acesso privativo ao metrô, o que permite ao público chegar ao centro da cidade em apenas 6 minutos.
Estações de Autocarros en Belo Horizonte
Estação São Gabriel
(4)
A estação São Gabriel de Belo Horizonte está a apenas 4 estações de metrô do centro da cidade e conecta-se com a maioria das cidades do Brasil, incluindo Salvador em... 24 horas de ônibus! Vários hotéis estão nas proximidades, bem como vários restaurantes e minimercados (um pouco caros). Polícia federal está disponível a qualquer hora do dia e da noite, então sem problemas para bagagem.
Miradores en Belo Horizonte
Mirante das Mangabeiras
(3)
Nem todas as cidades contam com um ponto tão alto para que ela possa ser vista de cima. Belo Horizonte conta com este atrativo e para ver a cidade de outro ângulo, ou melhor, do mais alto basta ir até o Mirante do Mangabeiras. O local fica atrás do Palácio Mangabeiras, na praça Ephigenio Salles. Ele foi revitalizado com o objetivo de se tornar um doa pontos turísticos da cidade. E assim é. Com decks de madeira, em diferentes alturas, deste ponto da capital é possível ver BH de diferentes formas. Um local que sem dúvida deve estar no roteiro turístico de quem visita a capital mineira. Como o local conta com iluminação, a visita por ser feita a qualquer hora do dia e as visitas impressionam tanto de dia como à noite. O importante é saber que o mirante funciona de 10 da manhã até 10 da noite e para acessar você terá que passar por uma portaria. O Mirante do Mangabeiras é parada obrigatória em BH! Não deixe de subir e ver a cidade com outros olhos e desfrutar do visual da capital mineira de um dos pontos mais altos da cidade. Sem dúvida, vale a visita!
Museus en Belo Horizonte
Museu de Ciências Naturais
(4)
O museu expõe importantes peças da arqueologia e paleontologia (muitas em réplicas e alguns originais), em uma escala de tempo geológica. A coleção de paleontologia no segundo andar do museu, destaca-se pelas descobertas de mamíferos do período Pleistoceno da América do Sul e região de Minas Gerais: preguiça-gigante, mamutes, tigre-dente-de-sabre. Ainda no segundo andar, uma exposição conta um pouco da trajetória do primeiro explorador da região de Lagoa Santa e arredores, o dinamarquês Peter Wilhelm Lund. Ele foi um precursor nos achados nesta região, onde descobriu e catalogou importantes fósseis, ainda no início do século XIX e ajudou a propagar a riqueza do estado de Minas Gerais no cenário nacional da arqueologia e paleontologia. Seguindo a rota de Lund, muitos especialistas fizeram grandes descobertas na região e elas acontecem até hoje. A mais significativa delas, foi na década de 70 quando foi encontrado o esqueleto de uma mulher, "Luzia", que pertenceu à primeira população humana que entrou no continente americano. O estudo do fóssil revelou que ela era uma negróide (de características aborígenes) de 13mil anos. No museu está apenas um reconstituição de seu rosto. Mergulhar nessa história é uma experiência fantástica que agrada adultos e crianças. Há monitores espalhados pelo museu prontos a dar informações. O museu funciona às terças, quartas e sextas, de 08h30 às 17h; quintas, de 09h às 17h e aos sábados, de 09h às 17h. Informações: 31-3319-4152
Praças en Belo Horizonte
Praça da Estação
(3)
A praça da estação é conhecida assim por abrigar o prédio da antiga estação ferroviária de Belo Horizonte, hoje Museu de Artes e Ofícios. Em 1888, Belo Horizonte ganha o seu primeiro relógio público, que foi instalado na torre da estação ferroviária, porém a praça só começou a ser construída mesmo em 1904. Também foi construído um novo prédio para a estação ferroviária, em estilo neoclássico, inaugurado em 1922. O destaque da praça está no monumento da terra mineira, uma estátua em bronze que representa os heróis da inconfidência. A inauguração dessa estátua causou um grande rebuliço na sociedade mineira da época, por causa do nudismo masculino explicitado ali. Mas esta batalha a tradicional família mineira perdeu, prevalecendo a arte que continua ali exibindo suas formas. Há pouco tempo atrás, a praça foi reformada e transformada em um espaço para receber grandes eventos em Belo Horizonte. Ganhou fontes, onde a população pode interagir com os jatos d'água e se refrescar nos dias de calor.
Museus en Belo Horizonte
Museu de Artes e Ofícios
(4)
O museu de artes e ofícios fica localizado na região central de BH e vale a visita. O prédio histórico em que se encontra o museu chama a atenção por sua beleza arquitetônica e preservação, o que por si só faz da visita um passeio agradável. O museu conta com a exposição de itens utilizados para a realização de alguns ofícios, itens históricos, obviamente. Vale conhecer por curiosidade e pela estrutura do local.
Museus en Belo Horizonte
Museu Histórico Abílio Barreto
(3)
Belo Horizonte foi fundada em 1897 e sucedeu à antiga Ouro Preto, até então sede do governo. A nova capital se formou no antigo Arraial do Curral del Rei, em meio à fazendas de gado e lavouras, onde havia a perspectiva para um novo comércio com base na agricultura e pecuária, depois que as jazidas de ouro, já haviam se esgotado na região de Ouro Preto. Além disso as condições geográficas do terreno eram mais viáveis para a ampliação da cidade. Em uma das fazendas da região, na antiga casa da Fazenda Leitão, com arquitetura da época, deu lugar o então Museu Abílio Barreto. Fundado nos anos 60, foi uma homenagem ao jornalista e escritor que desde 1941 recolhia documentos e objetos para o que seria o museu da cidade. O acervo reúne histórias e objetos que ajudam a contar a trajetória da cidade e dos belo-horizontinos. Em um curto percurso, quase sensorial (pode-se ouvir o ranger do assoalho das antigas casas de fazendo do interior! Quem já teve essa experiência, pode imaginar o que estou falando), revela-se curiosidades presentes na cultural popular da cidade: caso do capeta do Vilarinho (um boato popular que dizia aparecer o próprio personagem em bailes no norte da cidade), história do grupo de Teatro Galpão (tradicional grupo teatral de referência internacional), menção à região do centro da cidade onde houve um apogeu da prostituição, como contou a obra de Roberto Drummond, Hilda Furacão. Quando estive, havia também uma interessante exposição (na parte externa) de transportes que circularam na cidade. Um deles, o último bonde a circular pelas ruas de Belo Horizonte. Funciona às terças, sextas, sábados e domingos (horário de 10h às 17h). Nas quartas e quintas, de 10h às 21h. Fechado às segundas-feiras.